Diego volta à boa fase no Flamengo após "pausa" por Seleção

UOL: O Flamengo pode ter conquistado um reforço importantíssimo para a sequência da temporada. E nem sequer foi preciso ir ao mercado, já que ele era um velho conhecido no Ninho do Urubu e aguardava uma possível convocação para disputar a Copa do Mundo pela seleção brasileira. Trata-se do meia Diego, que voltou às boas no clube depois de quase dois anos do melhor momento com a camisa rubro-negra.

O Diego dos últimos jogos, principalmente o das vitórias sobre Bahia e Corinthians, lembrou aquele que brilhou e encantou os torcedores em 2016, logo após chegar ao Rio de Janeiro nos braços da galera. Foram meses de paixão, com boas atuações e discursos acalorados que tocaram em cheio os flamenguistas - até a conhecida oratória reapareceu no último domingo (3).

O camisa 10 nunca escondeu o sonho de disputar uma Copa do Mundo e se dedicou pelo Flamengo e, na sequência, pela seleção. Apesar de ter caído assustadoramente de rendimento no ano passado, sobretudo depois da cirurgia no joelho, o meia foi chamado por Tite mesmo diante de muitas críticas e manteve alimentado o maior objetivo da carreira.

Diego, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
A trajetória no Flamengo, no entanto, aparentava estar em "stand by" e as boas atuações eram cada vez mais esporádicas. Diego experimentou vaias, perseguição da torcida e chegou a ser agredido no dia 27 de abril, quando a delegação rubro-negra viajou para enfrentar o Ceará, em Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro.

Ali, a história do camisa 10 na Gávea estava muito próximo do fim. A insatisfação era enorme e o clima delicadíssimo para a permanência. Muita gente nos bastidores do Ninho do Urubu apostou que o meia não emplacaria o segundo semestre no clube. A previsão, ao que parece, foi errada.

Diego tenta ressurgir na carona da frustração por ter ficado fora da Copa do Mundo. É como se o Flamengo ganhasse um combustível quando nem mais esperava. O que foi ruim para o jogador, pode se transformar no maior reforço do clube em 2018. O discurso, por exemplo, já lembra a melhor fase do casamento entre jogador e clube mais popular do país.

"Os meus sonhos envolvem o Flamengo. Eles fazem os meus olhos brilharem, assim como estava fazendo esse sonho da seleção brasileira. Continuo muito feliz, motivado e agradecido por fazer parte dessa equipe que me preenche em todos os aspectos. Bola para frente", afirmou.

Pelo Flamengo, Diego disputou 92 jogos oficiais e fez 28 gols. Apesar de algumas boas campanhas e de dois vice-campeonatos - Copa do Brasil e Copa Sul-Americana -, o jogador conquistou apenas o título do Campeonato Carioca de 2017. Já foi protagonista, assim como já falhou nas horas decisivas. O contrato com o clube vai até 31 de julho de 2019 e uma nova página está em branco para tentar escrever o seu nome na história rubro-negra.

A trajetória no Flamengo, no entanto, aparentava estar em "stand by" e as boas atuações eram cada vez mais esporádicas.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget