Fla perde direito de exploração de placas publicitárias para FERJ

COLUNA DO FLAMENGO: O Flamengo está em ótima fase dentro dos gramados. Não à toa, é o líder isolado do Campeonato Brasileiro, está classificado para as oitavas de finais da Copa Conmebol Libertadores e para as quartas da Copa do Brasil. No entanto, uma noticia não agradou o Rubro-Negro fora das quatro linhas. O clube tivera o pedido de exploração nas placas publicitárias negado pela justiça.

Vale lembrar que o Fla já havia perdido em outra ocasião e  havia recorrido. Por isso, a relatora desembargadora Denise Levy Tredler levou o julgamento para juízo, onde, por unanimidade, foi dado razão à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) e fora decidido pela improcedência do pedido do Mais Querido, segundo informou o Globoesporte.com.

Foto: Gilvan de Souza
A Federação Carioca teve em sua defesa a advogada Leticia Sardas, onde obteve a segunda vitória em cima do Mengo. Ao setor jurídico do clube, ainda cabe recursos e pode ser levado, inclusive, para instâncias em Brasília, conforme publicou o GE. O acórdão do caso deve ser publicado oficialmente nos próximos dias.

Na primeira instância, o pedido do Flamengo foi declarado como extinto pela justiça. No entendimento da juíza Sylvia Therezinha Hausen de Area Leão, da 44ª Vara Cível, o pedido para explorar as placas de jogos não procedia, pois a FERJ cumpria apenas o que estava no regulamento do Campeonato Carioca. Além de extinguir, a juíza ainda determinou à época que o autor, no caso o Urubu, pagasse os custos judiciais e honorários em 10% sobre o valor da causa após o término do processo.

ENTENDA O CASO:

Em 2016, o Flamengo entrou na justiça contra a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, pois acreditava ter o direito de negociar o valor das placas publicitárias do Carioca. No entender dos dirigentes rubro-negros, o modo como é gerido — a Ferj vende as propriedades disponíveis nos estádios e posteriormente repassa verba aos clubes federados — faz com que haja uma perda substancial de dinheiro nestas condições.

Ao setor jurídico do clube, ainda cabe recursos e pode ser levado, inclusive, para instâncias em Brasília.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget