Flamengo abandona Ilha e deixa futuro nas mãos de novo Presidente

ESPORTE INTERATIVO: O Flamengo não entra em campo nesta segunda-feira (11), mas o dia é importante fora das quatro linhas: acontece neste momento, no salão nobre da Gávea, a reunião do Conselho Deliberativo . Neste encontro, vai ser votado o novo contrato com o Maracanã S/A. E o torcedor se pergunta... O que vai ser feito com a Ilha do Urubu? Durante a assembleia, o atual CEO do Rubro-Negro, Bruno Spindel, disse que esse assunto vai ser definido pelo próximo presidente do clube, segundo apurou o Esporte Interativo.

Em fevereiro, um forte temporal atingiu o Rio de Janeiro e derrubou duas torres de iluminação da Ilha do Urubu. Em abril, o Flamengo emitiu nota oficial para esclarecer todas as dúvidas a respeito do assunto.

Ilha do Urubu, estádio do Flamengo - Foto: Márcio Neves
“Honrando o compromisso de transparência com seus associados, torcedores e parceiros, o Clube de Regatas do Flamengo vem a público prestar novos esclarecimentos a respeito da queda de duas torres de iluminação do estádio Ilha do Urubu, em fevereiro deste ano, e relatar as ações determinadas para resolução do problema, a partir do recebimento dos laudos técnicos das perícias realizadas no local.

Logo após o ocorrido, além da notificação de todas as empresas envolvidas na construção das torres, foram contratados os estudos técnicos acerca dos projetos das fundações e das próprias torres. Após a conclusão dos referidos trabalhos, está comprovado que o Projeto das Fundações atende, com margem de segurança, a todas as Normas Técnicas vigentes, bem como a inadequação das torres diante da simulação da análise dinâmica (vento).

Desta forma, o Clube, que preza acima de tudo pela segurança, conforto e bem-estar de seus torcedores, optou por contratar novas empresas para a execução dos reparos e montagem de quatro novas torres de iluminação, o que ocorrerá sob a supervisão dos peritos designados pelo Flamengo.

É importante ressaltar que o Clube de Regatas do Flamengo vai ingressar, de imediato, com as medidas judiciais cabíveis contra a empresa fornecedora das torres e contra a empresa que coordenou o projeto, compra e montagem, buscando o ressarcimento de todos os prejuízos causados.

O Clube de Regatas do Flamengo está envidando todos os esforços no sentido de agilizar ao máximo a liberação do estádio para a realização de jogos, desde que com total segurança para o torcedor e profissionais que atuam nas partidas. Estimamos que a solução para o problema das torres de iluminação deva demorar aproximadamente 60 dias.

Por fim, cabe esclarecer que os demais problemas decorrentes da tempestade serão resolvidos pela Portuguesa.

Agradecemos a compreensão dos nossos associados e torcedores durante este período importantíssimo de análise técnica dos incidentes ocorridos e garantimos que todas as nossas ações continuarão tendo como premissas principais o cuidado, atenção e responsabilidade para proteger nosso maior patrimônio: a Nação Rubro-Negra”.

Em fevereiro, um forte temporal atingiu o Rio de Janeiro e derrubou duas torres de iluminação da Ilha do Urubu.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget