Flamengo bate o Corinthians e abre distância na liderança

UOL: O clássico das multidões fez jus ao nome neste domingo. Diante de um Maracanã cheio, com muita festa das torcidas, o Flamengo derrotou o Corinthians por 1 a 0 em um jogo movimentado no Rio. Felipe Vizeu fez o gol da vitória rubro-negra no segundo tempo e ajudou a equipe carioca a ampliar vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro depois de dez rodadas disputadas.

Com o resultado, o Flamengo de Maurício Barbieri chegou à marca de 20 pontos, quatro a mais que Grêmio e São Paulo. Já o Corinthians caiu para a sétima posição, com 14 pontos. A equipe de Osmar Loss também está atrás de Inter, Sport e Palmeiras na tabela e também pode ser superado pelo Cruzeiro, que enfrenta o Ceará neste domingo às 19h.

Vizeu com Flamengo na liderança - Foto: Reprodução
Os dois times agora têm clássicos pela frente na próxima rodada. O Corinthians recebe o Santos em Itaquera na próxima quarta-feira, enquanto o Flamengo mede forças com o Fluminense, como visitante, no Mané Garrincha.

Os melhores: Vinícius Júnior e Pedrinho
Os dois garotos formados na base se destacaram na partida e se transformaram na melhor opção para os times. De um lado, Vinícius Júnior levou a melhor sobre Mantuan na maior parte das jogadas e até arriscou para o gol em alguns lances de ataque do Flamengo. Pedrinho, por sua vez, tornou-se uma válvula de escape nas saídas rápidas do Corinthians para o ataque. À vontade, o meia-atacante esbanjou categoria ao driblar os marcadores.

Os piores: Henrique Dourado e Roger
Os centroavantes não estavam num bom dia. Dourado pouco participou do jogo e, quando conseguiu receber a bola, acabou anulado por Balbuena - o atacante deixou o gramado na etapa final, dando lugar a Felipe Vizeu. Já Roger, que entrou na vaga de Jadson ainda na etapa final, mostrou-se muito pesado em campo e perdeu quase todas as bolas recebidas entre os zagueiros do Flamengo.

Flamengo sai para o jogo
Empurrado pelos torcedores que lotaram o Maracanã, o Flamengo encurralou o Corinthians nos primeiros minutos do duelo. Para se ter uma ideia, a equipe rubro-negra chegou a ter 83% de posse de bola até os 30 minutos do primeiro tempo. Em seguida, o time paulista conseguiu controlar o jogos em alguns momentos - ao fim da etapa inicial, a posse do Flamengo ficou em 70%.

Corinthians joga como gosta
Apesar de ser pressionado pelo Flamengo, o Corinthians soube sofrer novamente e até se lançou ao ataque na base das saídas rápidas, no estilo em que está habituado - Pedrinho, aberto à direita, destacou-se diante desse cenário. A melhor chance corintiana veio aos 31 minutos, com Jadson, que bateu colocado para fora. O volante Gabriel também obrigou o goleiro Diego Alves a espalmar uma bola.

Jadson deixa o campo com dores na coxa
Logo depois de concluir com perigo o lance, o meia  Jadson sentiu dores no posterior da coxa direita e pediu para ser substituído. Osmar Loss, então, colocou Roger em campo. Com isso, o Corinthians passou a atuar com uma referência na área, no esquema 4-2-3-1, abandonando o 4-2-4, sem centroavante

Bola parada e Vinicíus Júnior viram armas
Com mais posse de bola, mas com muitas dificuldades em finalizar ao gol corintiano, o Flamengo recorreu às bolas paradas para assustar o adversário. Em uma delas, Everton Ribeiro bateu falta na entrada da área para Léo Duarte cabecear e mandar a bola rente à trave. Vinícius Júnior, semptre em jogadas rápidas, também virou uma das armas rubro-negras.

Cenário é mantido no segundo tempo
Sem alterações, as equipes voltaram para a etapa final com a mesma estratégia. O Flamengo, um pouco mais organizado, tentou furar o bloqueio corintiano pelos lados do campo. Foi dessa forma que o time quase abriu o placar aos 15 minutos, em finalização do meia Diego, de cabeça. A bola passou muito perto da trave.

Vizeu faz 1 a 0 no fim
O Flamengo, na base do abafa, conseguiu abrir o placar com Felipe Vizeu, que entrou no lugar de Henrique Dourado aos 22 minutos da etapa final. Treze minutos depois, o centroavante aproveitou um rebote do goleiro Walter, que não conseguiu afasta a bola em chute de Lucas Paquetá, e tocou para marcar seu primeiro gol na temporada.

Maracanã tem bom público mais uma vez
Já virou rotina nesta temporada. Mais uma vez o Maracanã recebeu um grande público em um jogo em que o Flamengo estava envolvido. Na tarde deste domingo, mesmo com o tempo fechado, quase 50 mil torcedores assistiram à partida entre válida pela nona rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 x 0 CORINTHIANS
Data: 3 de junho de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (9ª rodada)
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 44.075 pagantes (total: 49.222)
Renda: R$ 2.033.277,00
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves Elio Nepomuceno de Andrade (ambos do RS)
Cartões amarelos: Jonas, Diego e Renê (Flamengo); Balbuena (Corinthians)
Gol: Felipe Vizeu, aos 35 minutos do segundo tempo.
FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Jonas; Lucas Paquetá e Diego; Everton Ribeiro (Jean Lucas), Henrique Dourado (Felipe Vizeu) e Vinícius Júnior (Marlos Moreno). Técnico: Marurício  Barbieri

CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel (Kazim) e Maycon; Pedrinho (Marquinhos Gabriel), Jadson (Roger), Rodriguinho e Mateus Vital. Técnico: Osmar Loss


Com o resultado, o Flamengo de Maurício Barbieri chegou à marca de 20 pontos, quatro a mais que Grêmio e São Paulo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget