Guerrero se sente isolado e fica mais distante do Flamengo

GLOBO ESPORTE: Em 21 linhas e seis parágrafos, Guerrero fez diversos agradecimentos. Deus, família, Federação Peruana de Futebol, presidente da FPF, companheiros de seleção, ao país e o povo peruano, presidente da Fifa, Gianni Infantino, capitães da Austrália, Dinamarca e França, FifPRO, colegas profissionais de outras seleções, advogados e “tantas pessoas, anônimas ou não”.

A ausência de qualquer citação ao Flamengo não foi à toa. O desgaste da relação do clube com Guerrero era algo que passava longe dos microfones e das lentes. Mas ficou exposto na manifestação oficial do jogador nos agradecimentos públicos após o fim do pesadelo de ficar fora da Copa do Mundo. O contrato segue suspenso pelo Flamengo.

Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images
Pressão na Gávea por processo

Nos bastidores da Gávea, a cobrança é grande para entrar com ação de reparação contra a Federação Peruana de Futebol. O jogador estava sob cuidados da FPF quando caiu no exame antidoping que o afastou dos gramados no fim de 2017 e quase todo o ano de 2018 – fez apenas três jogos pelo Rubro-Negro. No ano passado, desfalcou a equipe na disputa de toda a fase final da Copa Sul-Americana, da qual o time carioca foi vice-campeão. Felipe Vizeu e o jovem Lincoln eram os únicos centroavantes disponíveis no momento decisivo.

Além de peça-chave do time, Guerrero era o jogador de vencimentos mais altos do plantel - cerca de R$ 800 mil mensais. Vale ressaltar que, apesar da pressão interna na Gávea, o presidente Eduardo Bandeira de Mello sempre foi um entusiasta de Paolo Guerrero.

Suspensão de contrato causou desgaste

Pelo lado do atacante, o incômodo e a insatisfação estavam presentes desde a primeira suspensão, tornada pública pelo clube em uma entrevista do vice-presidente jurídico Flavio Willeman. Guerrero nunca falou sobre o assunto, mas se sentiu exposto e desprotegido pelo clube naquele momento. A segunda suspensão veio no dia seguinte à nova decisão da Corte Arbitral do Esporte, na Suíça, antes de qualquer tentativa de recurso do atacante.

Após a decisão do CAS, o vice de futebol do clube, Ricardo Lomba, chegou a dizer que o Flamengo estudava a possibilidade de enviar algum representante para dar apoio ao atacante na reunião com o presidente da Fifa, Gianni Infantino. A intenção, no entanto, ficou apenas no discurso.

Renovação: divergência em prazos e pedido por pagamento retroativo

Guerrero e seu agente, Bruno Paiva, da OTB, negociavam a renovação contratual ainda antes da suspensão mais longa, de 14 meses, mas o tempo de contrato pedido era de três anos, com desejo de receber, diluído, valores do período suspenso. Eram pontos divergentes com a direção rubro-negra.

Ainda há uma série de interrogações a sanar: a reviravolta do Tribunal Federal Suíço vale para gramados brasileiros? O Flamengo retira a suspensão com a nova decisão? O Flamengo vai mesmo processar a FPF? Mas não seria surpresa se a relação Guerrero e o clube terminassem não próximo dos campos, mas sim dos tribunais, com o atacante isolado e o Rubro-Negro, atrás de seus direitos, em busca de reparação por prejuízos da ausência do jogador mais caro de seu elenco.

Bandeira: Fla irá defender seus interesses

Após a vitória do Flamengo sobre o Bahia no Maracanã, o presidente Eduardo Bandeira de Mello falou sobre a situação do atacante ao ser questionado. Ele ressaltou que o caso ainda será analisado de forma mais ''profunda''. Mostrou satisfação pela presença de Guerrero na Copa, mas ressaltou que o clube irá defender seus interesses.

- Todo esse processo tem que ser analisado com calma, porque, afinal de contas, o que aconteceu desde o início, foi que o jogador foi suspenso por uma situação ocorrida em uma situação quando ele estava servindo à seleção do Peru, só que quem pagou foi o Flamengo, só quem foi prejudicado nessa história toda foi o Flamengo, que vai analisar isso profundamente para ver de que maneira nós conseguiremos defender os nossos interesses. Agora, com relação ao jogador, estamos muito felizes por ele. E, por mim, vocês sabem que ele continuaria por muito tempo - disse Bandeira.

O presidente explicou que ainda não recebeu os documentos da nova decisão da justiça. Sobre a renovação de contrato, disse que, a partir do momento que o jogador tiver condições de jogo, uma conversa não está descartada. Ele também foi questionado do fato de o camisa 9 não ter citado o Flamengo em seu discurso de agradecimento.

- Sinceramente, não tomei conhecimento das declarações dele. Mas toda a relação do jogador com o Flamengo sempre foi de uma harmonia muito grande e profissionalismo de parte a parte (...) Não conversei diretamente com ele, mas ele certamente conversou com alguém do Flamengo e sabe o que o Flamengo pensa dele, como foi nossa relação de 2015 para cá.


Guerrero nunca falou sobre o assunto, mas se sentiu exposto e desprotegido pelo clube naquele momento.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget