Maurício Barbieri é eleito o destaque de Flamengo x Paraná

LANCE: O Flamengo segue absoluto na liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, diante do Paraná, no Maracanã, o Rubro-Negro não deu chances, venceu e abriu seis pontos na ponta. Além do possível adeus de Vinicius Júnior, a partida contou com bom rendimento coletivo da equipe de Maurício Barbieri. Confira, a seguir, as notas do LANCE! (Por Lazlo Dalfovo - lazlodalfovo@lancenet.com.br).

Diego Alves - 6,5 - Passou mais um jogo sem ser vazado. Foi bem nas poucas vezes em que trabalhou, além de colaborar na saída de bola.

Rodinei - 6,0 - Boas subidas durante o jogo, porém ainda tem oscilado. Pode contribuir mais em jogos como o deste domingo.

Thuler - 7,0 - Com apenas 19 anos, mostra personalidade de gente grande. Outra vez fez partida sólida e sem erros consideráveis.

Maurício Barbieri, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Léo Duarte - 7,0 - Assim como o jovem parceiro de zaga, tirou as bolas quando o Paraná se atirou à frente. Muito seguro.

Renê - 6,5 - Muito bem atrás, seguro nas saídas, mas com erros bobos no último terço do campo. Com espaço, pecou em bons ataques.

Cuéllar - 7,0 - Vive fase para indignar-se por não ter ido à Copa do Mundo. Segue impecável na proteção do meio rubro-negro.

Diego - 7,5 - Iniciou a partida ditando o ritmo. Fez um gol de falta com uma pitada de sorte, cedeu posses, porém, no geral, foi bem. Saiu ovacionado.

Jean Lucas - 5,5 - Em nova oportunidade entre os titulares, a joia não foi tão dinâmica como se espera, substituindo Paquetá. Ficou pendurado logo cedo.

Everton Ribeiro - 7,5 - Colaborou como se espera na organização de jogadas. Outra vez seu passe vertical resultou em gol. No fim, quase fez uma pintura.

Henrique Dourado - 4,5 - Mais uma vez não correspondeu. Brigou, tentou colaborar na marcação, porém as limitações técnicas sobressaíram.

Vinicius Junior - 7,0 - Teve chance para tornar o placar goleada. Em sua provável despedida do Maracanã, não brilhou, mas foi essencial no grande volume do Fla.

Felipe Vizeu - 7,0 - Hoje, dificilmente há alguém mais iluminado do que Vizeu no futebol brasileiro. Na despedida do Maraca, fez mais um e foi muito aplaudido.

Willian Arão - 7,0 - Entrou bem demais. Logo na primeira participação, cruzou na medida para Vizeu. Ainda quase fez de cabeça. Provou que está "no jogo".

Marlos Moreno - 5,0 - No tempo que teve para mostrar serviço, foi tímido e não entrou afinado com os demais companheiros.

Maurício Barbieri - 8,0 - Mesmo diante de um adversário limitado, o time de Barbieri teve volume e controle os 90 minutos. Ainda teve estrela nas alterações.

PARANÁ - A equipe comandada por Rogério Micale até tentou dar trabalho a do Maurício Barbieri. Esteve organizada ao longo de quase toda a partida, tentou explorar a velocidade e a força do centroavante Carlos, porém o time paranaense não teve qualidade e foi travado pela limitação técnica. O goleiro Thiago Rodrigues também merece destaque: fez uma linda defesa no fim.

O Paraná, conforme citado, buscou sair do Maracanã com um resultado positivo - um empate seria quase um triunfo. No entanto, a falta de repertório fez com que o Tricolor da Vila interrompesse a sequência de duas vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. Assim, com a sexta derrota em 11 jogos, o Paraná cai para a penúltima colocação.

Mesmo diante de um adversário limitado, o time de Barbieri teve volume e controle os 90 minutos. Ainda teve estrela nas alterações.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget