Renê projeta apoio da torcida do Flamengo no Mané Garrincha

SITE OFICIAL DO FLAMENGO: O Flamengo segue sua preparação para o clássico contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira, em Brasília, às 20h. Seis pontos separam os times na tabela. Líder, o Flamengo tem 20 e pode abrir ainda mais a diferença para os demais. Faltando três rodadas para a pausa antes da Copa do Mundo, o Mais Querido ainda terá pela frente o Paraná, em casa, no próximo domingo (10) e o Palmeiras, em São Paulo, na próxima quarta-feira (13).

Antes das atividades desta terça-feira, o lateral esquerdo Renê falou aos jornalistas na entrevista coletiva realizada na sala de imprensa Victorino Chermont, no CT George Helal. Passando por ótima fase e titular absoluto da posição, Renê indicou os ingredientes para o momento, sempre ressaltando a coletividade da equipe como um fator preponderante para o sucesso atual.

Renê lateral durante Flamengo x Bahia - Foto: Gilvan de Souza
"Acredito que a confiança é o principal. Sem confiança, a gente não consegue fazer um bom trabalho. Com a ajuda dos companheiros, eu venho evoluindo a cada jogo e assim posso dar mais para a equipe. A convivência com os companheiros e com o treinador também pesam muito. No ano passado era tudo novo. Também não tive sequência, mas nas férias eu me preparei bem para fazer um grande ano. Agora tenho sequência e o mais importante é a equipe estar junta. O futebol é coletivo. Quando estou bem é porque o time está bem. Tenho ainda mais para dar para essa equipe", disse o camisa 6.

O clássico também foi assunto na coletiva. Flamengo e Fluminense se enfrentaram duas vezes este ano, com um empate e uma vitória para o lado de lá, ambas pelo estadual. O cenário é bem diferente agora, mas, para Renê, Fla-Flu é sempre decidido no detalhe.

A gente espera um jogo difícil. Clássico é diferente. São decididos em detalhes. A gente trabalha no ponto fraco do Fluminense para buscar nosso melhor amanhã. Será um jogo difícil, mas com a torcida fazendo uma festa bonita, esperamos fechar com uma vitória", analisou o lateral, que falou também sobre o fato da partida ser disputada fora do Rio de Janeiro.

"Sempre que podemos jogar em casa ou perto, melhor. Pela tabela e pelo calendário, que é muito corrido. Mas mesmo fora sabemos que teremos uma torcida que vai nos apoiar. O tempo de trabalho é pouco mesmo, estamos acostumados. Mas agora é hora de dar tudo. Teremos três jogos pela frente e depois poderemos aproveitar um pouco a pausa da Copa para dar uma descansada", completou.

Renê mudou se estilo de jogo nesta temporada. Apoiando bastante, mas sem perder a força atrás, o lateral confessa que gosta mais de defender, porém elogiou o esquema de Mauricio Barbieri, que permite que ele e Rodinei subam, sem deixar buracos na zaga rubro-negra.

"Eu gosto mais de defender. É onde tenho o aproveitamento melhor. No começo da carreira, eu só atacava e agora passei mais a defender. Dei uma balanceada para poder fazer os dois. Com o Paulo Cesar Carpegiani, o time gostava mais de atacar. Já o Mauricio Barbieri pede para balancear mais um pouco, ir um e depois outro, com calma e na hora certa", explicou.

O cenário é bem diferente agora, mas, para Renê, Fla-Flu é sempre decidido no detalhe.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget