Trocas não afetam números defensivos do Flamengo

GLOBO ESPORTE: O Flamengo que lidera o Brasileiro vem se notabilizando pela consistência defensiva. Com seis gols sofridos em nove jogos, a equipe foi vazada em apenas três partidas e saiu de campo ilesa em meia dúzia de confrontos. O curioso é que a defesa talvez seja o setor que mais vem sofrendo com lesões e suspensões.

Do veterano Juan (39 anos) ao jovem Thuler (19 anos), cinco zagueiros entraram em campo pelo Flamengo no Brasileiro. Seis duplas de zaga diferentes foram usadas em nove rodadas.

- É uma disputa sadia. Nos damos muito bem. Estamos sempre conversando e brincando. O Juan é um ídolo para nós, um cara que eu sempre vi jogar, sempre acompanhei na Seleção. Poder jogar ao lado desse cara é uma honra para mim.

- Temos jogadores de qualidade. E o mais importante é que o Flamengo está bem servido na defesa. Quem está jogando está dando conta do recado – comentou Rhodolfo.

Titular nos últimos dois jogos, Rhodolfo tem formado a zaga com Léo Duarte. A dupla vem ganhando oportunidades no momento em que Juan e Réver estão entregues ao departamento médico. E tem funcionado.

- O Léo, apesar de jovem, transmite muita experiência e calma. Ele tem muita qualidade. É um cara com quem me dou muito bem fora de campo. Conversamos muito, tento passar um pouco da minha experiência. Ele é muito gente boa e escuta bastante. Dentro de campo tem surtido efeito. Tínhamos jogado poucos jogos juntos. Acho que esse diálogo ajuda muito dentro de campo. Estamos entrosados e evoluindo.

Se hoje são Juan e Réver que estão impossibilitados de jogar por conta de lesões, Rhodolfo passou por drama parecido há pouco tempo. Ele ficou fora por 50 dias por conta de dores na panturrilha.

- Muito ruim esse período de lesão. Fiquei quase dois meses sem jogar. Sentia algumas dores e não conseguia voltar. Mas a fisioterapia do Flamengo é muito boa, me recuperou bem, e estou conseguindo dar continuidade no trabalho.

Dos 32 jogos do Flamengo no ano, Rhodolfo participou de pouco menos da metade (14). Com ele em campo, o time tem aproveitamento de 71,43% (10V 3E 1D). A média de gols sofridos é baixa: apenas quatro em 14 partidas (0,29).

Do veterano Juan (39 anos) ao jovem Thuler (19 anos), cinco zagueiros entraram em campo pelo Flamengo no Brasileiro.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget