Zinho revela vez em que Vinicius Jr ironizou faltas do Vasco

FOX SPORTS: Um dos grandes temas de dabate que marcou a décima rodada do Campeonato Brasileiro foi a ousadia dos meninos do Flamengo no clássico contra o Fluminense, em Brasília. Na vitória rubro-negra, por 2 a 0, no Estádio Mané Garrincha, na última quinta-feira (7 de junho), os tricolores reclamaram de um possível exagero nas 'firulas' por parte de Vinicius Júnior e Lucas Paquetá, dois destaques da base do time de Mauricio Barbieri.

"Houve um certo exagero em algumas jogadas, de subestimar, por aí não é o lugar. No primeiro tempo, estava 1 a 0, eu falei para o Barbieri:  ‘Chama atenção, porque daqui a pouco o cara que está perdendo está de sangue quente. O sangue quente não é de quem está ganhando. Tu faz a primeira gracinha, faz a segunda, daqui a pouco vem um cara e te quebra a perna, uma coisa que não tem necessidade", criticou Abel Braga, técnico do Fluminense.

"O Vini faz um jogo alegre, esse jogo extrovertido, não é de hoje, foi sempre assim. É a maneira dele jogar, do Paquetá também, são garotos ainda, temos que entender isso. Tem de ter cuidado. Se a gente for para esse caminho, temos que ir lá atrás e jogar fora os vídeos do Garrincha, que balançava na frente do adversário, faz parte. Conversamos nesse sentido, de respeitar o adversário, que demonstraríamos mais respeito partindo para cima e buscando fazer mais gols. Foi o que fizemos no segundo tempo", defendeu Barbieri.

Foto: Gilvan de Souza
Durante o programa Expediente Futebol desta sexta-feira (8 de junho), Zinho, ex-jogador e atual comentarista FOX Sports, falou sobre o caso. O multicampeão lembrou de sua passagem pelo Cruzmaltino e de um episódio envolvendo Vinicius Júnior na base do Fla.

"Teve uma final sub-17, Vasco contra Flamengo, pelo Campeonato Carioca. Ficou marcado, acho que foi 10 a 1 para o Flamengo nos dois jogos (a soma). Eu trabalhava no Vasco. Teve o primeiro jogo, o treinador ficou chateado e mandou criar uma cobertura e o pessoal chegar mais junto. O ataque era o Vinicius Júnior, Lincoln e o Bill, três rapidinhos (risos). Eles fizeram um, dois, três e quatro. Aí o Vini virou para o banco e disse: 'Oh, melhor colocar mais gente, hein!? Dois não está dando...'. Eu não concordo, como treinador eu ia chamá-lo e orientá-lo: 'Faz mais gols, dribla mais, mas não provoca. Sua resposta vai ser jogando, fazendo o que faz de melhor'", lembrou Zinho.

Após o Fla-Flu, ainda no Maracanã, Vinicius Júnior rebateu as reclamações de Abel: "É o nosso futebol brasileiro. Sempre que puder fazer em direção ao gol, vamos fazer sempre respeitando o adversário. Não teve graça. A gente vem fazendo isso em todos os jogos. Vamos fazer em todos os jogos para ajudar o Flamengo", explicou a joia.

O multicampeão lembrou de sua passagem pelo Cruzmaltino e de um episódio envolvendo Vinicius Júnior na base do Flamengo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget