Barbieri cogita o Flamengo com dois centroavantes

COLUNA DO FLAMENGO: O Flamengo vem treinando no Ninho do Urubu para focar no restante da temporada, no entanto, a saída de Vinicius Junior colocou uma dúvida na cabeça de Mauricio Barbieri: permanecer no esquema com apenas um centroavante e dois pontas ou colocar mais um atacante de área? Em entrevista coletiva nesta terça-feira (04), o treinador deu indícios de que está analisando a ideia de variar o sistema tático da equipe.

Mauricio acredita que o time deve manter a identidade no qual conquistou durante o primeiro semestre, que foi responsável por deixar o Fla em um panorama muito satisfatório nas competições em que disputa: Classificado para às quartas de final da Copa do Brasil, líder isolado do Campeonato Brasileiro e está nas oitavas da Copa Conmebol Libertadores. Contudo, existe a possibilidade de haver variações dentro do esquema utilizado e, ao invés de atuar com um velocista na ponta, ter dois centroavantes dentro da área.

Fernando Uribe e Juan no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
— A maneira de jogar entendemos que vamos manter. Construímos identidade e não vamos mudar. O que não quer dizer que não podemos ter variações. Marlos (Moreno), Geuvânio são opções. Podemos optar por jogar com dois atacantes de área —, revelou o treinador.

Além disso, o comandante destacou o fato de precisar de todos os jogadores do plantel. Tanto que, ao ser questionado sobre as possíveis perdas de atletas, Barbieri ressaltou que, se perguntado pelos dirigentes, não deve admitir saídas. Apenas se haver o pagamento da multa rescisória que tem em contrato, pois o clube ficaria de mãos atadas quanto a isso. Além disso, Mauricio voltou a frisar sobre a possibilidade de usar dois atacantes de área.

— Se me perguntarem se pode negociar alguém vou dizer que quero todos eles. A não ser que tenha multa, paguem e aí não tem o que fazer. Nada impede que possa usar dois, num jogo. Mas conto com todos eles —, declarou Mauricio.

As dúvidas não existem apenas no setor ofensivo. Durante a coletiva, o técnico também comentou sobre quem serão os zagueiros titulares do time. Segundo Barbieri, ele ainda vem avaliando o caso e não há decisão tomada quanto a isso. No primeiro semestre, o sistema defensivo sofreu com lesões. O lateral Pará e os zagueiros Rhodolfo, Réver e Juan se lesionaram mais de um vez durante o primeiro semestre. Com isso, Matheus Thuler, de 19 anos, e Léo Duarte, de 21, tiveram que atuar em jogos decisivos do Rubro-Negro. O treinador aproveitou para dar confiança ao seus comandados e afirmar que, independente de quem atue, o clube está bem servido na posição.

— Ainda estou avaliando todos, não tomei decisão. Mesmo que tomasse, não seria definitiva agora. Tivemos problemas físicos, e Léo Duarte e Thuler foram bem. Pouca relevância agora quem vai iniciar o segundo semestre. Estamos bem servidos —, finalizou o comandante.

Mauricio Barbieri deve continuar avaliando nos treinamentos as possibilidades para encaixar no time principal. O jovem treinador tem até o dia 18 para definir se mudará ou não de esquema, pois o Mais Querido entra em campo contra o São Paulo, no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, pela 13° rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo vai ter início às 21h45, horário de Brasília, e enquanto o time carioca lidera com 27 pontos, os paulistas estão em terceiro com 23.

O treinador deu indícios de que está analisando a ideia de variar o sistema tático da equipe.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget