Jornalista acusa diretoria de elevar dívida em 21% em um ano

BLOG DO PAULINHO: No balanço contábil de 2017, publicado em 2018, o Flamengo comemorou pequena redução de 5% em sua dívida.

De R$ 470 milhões para R$ 447 milhões.

Os números verdadeiros, porém, não foram devidamente apresentados no documento.

Ontem, a 3ª Câmara Cível do Rio de Janeiro negou recurso do clube que tentava cancelar calote de R$ 100 milhões no ISS.

Somente neste apanhado, em vez de R$ 447 milhões, a dívida rubro-negra seria de R$ 547 milhões, ou seja, em vez de redução de 5%, acréscimo aproximado de 21%.

Eduardo Bandeira de Mello, Presidente do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Está por estourar, também, decisão doutro problema do clube, no BACEN, que pode engordar a pendência flamenguista em mais R$ 100 milhões.

Detalhe: para piorar a situação, neste mesmo balanço, de 2017, o clube decidiu não provisionar valores para possível perda judicial destas ações (se tivesse feito, o prejuízo seria explicitado), o que obrigará a realocação de orçamento ou possível tomada de dinheiro no mercado financeiro.

Mesmo sendo detentor, há anos, da mais relevante arrecadação do futebol brasileiro, o Flamengo, apesar de ineficaz na administração do futebol, mantinha boa fama na gestão financeira, que, diante desse novo contexto, passará a ser também questionada.

Mas a situação parece ser ainda mais grave: nos próximos dias, o Flamengo tomará R$ 20 milhões emprestados do mercado, procedimento estranho para quem acaba de apresentar nas contas superávit de R$ 159 milhões.

Por fim, em breve, o prejuízo ocasionado no negócio “Ilha do Urubu” (mais de R$ 20 milhões) deverá se transformar em transtorno ainda maior (com reparos diversos a serem solicitados na justiça) após a exposição de laudo comprovando que os problemas geradores da queda de torres do estádio – que nunca mais foi utilizado pelo Flamengo após o incidente, é de responsabilidade da gestão rubro-negra, contratante de empresas obscuras que executaram, de maneira equivocada, as obras de fundação do terreno.

Em vez de R$ 447 milhões, a dívida rubro-negra seria de R$ 547 milhões, ou seja, em vez de redução de 5%, acréscimo aproximado de 21%.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget