Maracanã renova gramado para retorno do Brasileirão

CBF: O Brasileirão está voltando! Os preparativos para o retorno do campeonato mais equilibrado do mundo mobilizam todo o país. O Maracanã, que voltará a receber jogos na próxima quarta-feira (18), com o duelo entre Flamengo-RJ e São Paulo-SP terá 51 toneladas de grama trocadas, o que representa 20% da área ou o equivalente a 1.200 metros, entre domingo (15) e segunda-feira (16).

Cada rolo de grama pesa cerca de 700 quilos e tem 12 metros de comprimento por 1,20 metro de largura. O procedimento de plantio será rápido, pois o tipo da grama será o ready to play (pronto para jogar) que foi previamente plantada e cultivada em uma fazenda produtora de Saquarema (RJ) por 40 dias. O local também é responsável pela produção da grama oficial do Maracanã – a Bermudas Celebration – desde 2013 para a Copa das Confederações. O modelo é o mesmo utilizado na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas Rio 2016. No dia seguinte da plantação ready to play o campo já estará apto a receber partidas de futebol, portanto, a tempo do Brasileirão.

Foto: Cris Dissat / @FimDeJogo
- Os demais 80% do gramado seguem bem conservados e sem necessidade de mudanças, pois a qualidade está mantida. A troca do gramado do Maracanã acontece por partes e por etapas conforme a necessidade e desgaste. No geral, a troca completa do gramado, que conta com 8 mil metros, de uma única vez, acontece de dois a três anos e movimenta 343 toneladas de grama. O investimento no tapete do estádio é alto. Em 2017, investimos R$ 1,5 milhão somente com o cuidado do gramado que, inclusive, recebeu nota 4,89 de 5 pontos em avaliação feita pela CBF no início de 2018, sendo uma das melhores do país. Evoluímos já que, no ano passado, a nota foi 4,67 – afirma Mauro Darzé, presidente da concessionária Maracanã.

Diferenciais do gramado

Desde a Copa do Mundo de 2014, o gramado do Maracanã, bem como seu sistema de irrigação, precisaram ser readequados para atender as exigências da FIFA. Na ocasião, a federação internacional exigiu que 85% do público ficasse protegido do sol e da chuva. A medida fez com que a cobertura do estádio avançasse sobre o gramado e, com isso, acontece o bloqueio da incidência solar, ato este que prejudica tanto o desenvolvimento quanto a conservação da grama.

Para garantir a qualidade do gramado, um sistema específico de irrigação foi instalado para dar autonomia e gerar um equilíbrio hídrico no acionamento dos 54 asperssores existentes no estádio. Desta forma é possível acionar quantos asperssores forem necessários ao mesmo tempo garantindo ao Maracanã o melhor sistema de irrigação do país.

- Esse sistema se fez necessário devido à ausência do sol em parte do gramado principalmente em determinados momentos do ano por causa da nova cobertura. De maio a setembro, a parte norte do estádio não pega sol, então a evaporação desta área é muito inferior em relação ao lado sul que conta com luz solar todo tempo. Além de assegurar o crescimento da grama para manter a sua qualidade e a uniformidade da coloração, o sistema de irrigação do Maracanã é um facilitador no monitoramento da umidade do campo feito 24 horas por medidores que definem a necessidade hídrica de cada parte do gramado – explica Flávio Piquet, sócio da Greenleaf, empresa de construção e manutenção de gramado do Maracanã.

Outro diferencial do Maracanã é a metodologia de semear o campo que varia durante as estações mais frias e quentes da cidade. O procedimento utilizado no estádio durante o período mais frio no Rio de Janeiro (maio até o início de outubro), por exemplo, é o overseeding (semear por cima). O método visa inibir o crescimento da grama natural do Maracanã nas estações mais quentes - a Bermudas Celebration - para que outro tipo entre em cena: a rye grass. Esta grama é a mesma utilizada nos estádios da Europa e é resistente ao frio.

- É feita uma raspagem da grama Bermudas Celebration para implementarmos um produto que inibe o seu crescimento. Depois, semeamos meia tonelada da rye grass para que ela brote nos períodos frios sem interferir na qualidade da Bermudas Celebration que hibernará e será reativada com o calor - conta Piquet.

Desta forma, a qualidade do gramado do Maracanã consegue se manter perfeita e em conservação contínua para receber tanto os jogos de futebol ao longo do ano quanto shows e demais eventos.

O Maracanã voltará a receber jogos com o duelo entre Flamengo e São Paulo com 51 toneladas de grama trocadas.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget