Matheus Sávio revive no Fla após trauma e sumiço em Portugal

UOL: Imaginar Matheus Sávio novamente titular do Flamengo era um exercício difícil para os torcedores. Ao lado do ex-técnico Zé Ricardo, o meia foi o vilão da queda na primeira fase da Copa Libertadores de 2017. Depois daquele traumático 17 de maio, o jogador ainda teve oportunidades no Rubro-negro até se "esconder" em Portugal no primeiro semestre de 2018. O retorno, no entanto, o brindou com o seu maior momento no clube da Gávea: a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, no último sábado (21), no Maracanã.

Sávio nem sequer esperava jogar. Ele estava relacionado, mas foi a opção de Maurício Barbieri para a vaga do colombiano Marlos Moreno, cortado em cima da hora por lesão. Com o peso do retrospecto negativo recente, ele surpreendeu a todos ao fazer um belo gol e cruzar a bola para o tento que definiu o placar logo com sete minutos do primeiro tempo.

Matheus Sávio e Lucas Paquetá no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Não foi apenas pela atuação de um protagonista absolutamente improvável, mas por tudo o que o meia mostrou na carreira nos últimos tempos. Depois do vexame diante do San Lorenzo-ARG na Libertadores, ele ainda teve chances sob o comando de Zé Ricardo para tentar se reerguer. Chorou ao fazer o gol da vitória sobre o Atlético-GO, uma semana depois, pela Copa do Brasil, mas parou por aí.

As outras cinco oportunidades recebidas no ano passado foram desperdiçadas. Era improvável imaginar Flamengo e Matheus Sávio juntos novamente. Não parecia existir mais clima para isso. Como saiu do Rubro-negro, o meia se manteve em Portugal no primeiro semestre deste ano. Emprestado, jogou apenas 223 minutos pelo Estoril.

Foram seis jogos. Sávio finalizou sete vezes, fez um gol e não conseguiu nem uma assistência sequer. Como o contrato com o Flamengo só termina em dezembro de 2020, ele voltou, mas inicialmente o aproveitamento era uma incógnita. A saída de Vinicius Júnior, as lesões e a aposta de Barbieri em garotos da base fizeram com que tivesse a primeira oportunidade na derrota por 1 a 0 para o São Paulo. O camisa 22 atuou por sete minutos, o suficiente para ouvir críticas da torcida.

Por todo o cenário desfavorável, o que Matheus Sávio fez contra o Botafogo merece reconhecimento. Ainda que não seja a primeira opção para o setor, ele se esforçou e contrariou estatísticas para fazer o jogo mais marcante dos 26 que já participou com a camisa rubro-negra.

O futuro? Não se sabe. Apenas que todos respiraram aliviados com a aparente recuperação de um jogador em quem já se apostou muito nos bastidores do Ninho do Urubu. "Estou muito feliz por tudo isso. Trabalhei bastante. Quis voltar para o Flamengo depois do empréstimo. Evolui muito nesse período e pude ajudar a equipe em um jogo decisivo. Eu precisava estar pronto", comentou Sávio.

Ele surpreendeu a todos ao fazer um belo gol e cruzar a bola para o tento que definiu o placar logo com sete minutos do primeiro tempo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget