A trinca de respeito do Flamengo

GOAL: O triunfo do Flamengo sobre o Vitória, na última quinta-feira(23), no Maracanã, só comprovou o quanto o time vem dependendo de seus titulares, principalmente os do meio-campo. Quando uma peça o outro fica de fora, a queda de rendimento é grande.

O que não deveria acontecer no Rubro-Negro, já que a diretoria montou um elenco para disputar as três competições, no entanto, alguns jogadores não corresponderam à altura e outros vivem fase ruim e perderam sequência.

É o caso de Willian Arão, o volante já chegou a ser um dos principais jogadores do clube, mas perdeu bastante espaço nesta temporada. Sem sequência, o atleta também viu o Rubro-Negro negar seu empréstimo, e por isso ficará no clube pelo menos até o final do ano.

Foto: Gilvan de Souza
Rômulo, por sua vez, não conseguiu se firmar em momento nenhum. Chegou com status de titular no ano passado, mas passou longe disso. Foi bastante criticado pela torcida e sempre que ganha uma oportunidade não consegue aproveitar.

Geuvânio também já teve dias melhores, mas hoje é pouco aproveitado por Barbieri. Três jogadores que possuem salário alto, certa experiência mas não conseguem agregar muito ao trabalho do atual treinador.

Com momentos importantes pela frente, Barbieri se vê refém de seus titulares e sempre que perde uma peça, fica difícil manter o mesmo ritmo, principalmente no meio-campo, que hoje é formado por Diego, Everton Ribeiro e Lucas Paquetá.

Jogando junto, o trio faz a diferença e dá muita qualidade a equipe, a mobilidade, troca de posições, passe, finalização e etc, são algumas das valências importantes desses atletas. Contra o Corinthians, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, o treinador não deve contar com Paquetá, que estará à serviço da Seleção e vai precisar pensar bastante em uma solução. d

Piris da Motta conseguiu mostrar um pouco de seu futebol desde que chegou, mas não poderá ser escalado, o jogador não chegou a tempo de ser inscrito no torneio, podendo disputar apenas Libertadores e Brasileirão.

Por ora, Barbieri precisa focar no duelo contra o América-MG e torcer para não perder nenhum atleta para os próximos jogos, principalmente os do meio-campo, porque a diferença que eles fazem é muito grande.

Jogando junto, o trio faz a diferença e dá muita qualidade a equipe, a mobilidade, troca de posições, passe, finalização e etc.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget