Contra traumas, Flamengo e Cruzeiro abrem decisão na Liberta

UOL: A partir das 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira (8), Flamengo e Cruzeiro duelam em busca do sonho da América. Os times fazem a primeira partida das oitavas de final da Copa Libertadores no Maracanã. O encontro decisivo acontece no Mineirão, dia 29 de agosto. Em comum, os rivais lidam com quedas recentes e a pressão por um triunfo na principal competição do continente.

Os times protagonizaram a final da Copa do Brasil de 2017. Nos pênaltis, o Cruzeiro levou a melhor sobre um Flamengo refém do planejamento e que sucumbiu na má fase dos goleiros Alex Muralha e Thiago. O clima de revanche até pode fazer parte do confronto, mas exorcizar fantasmas e manter o sonho da principal conquista é maior do que qualquer outro sentimento.

Foto: Divulgação
O Flamengo, por exemplo, coleciona fracassos nos últimos anos pela Copa Libertadores. O panorama, somado ao investimento de uma das maiores folhas salariais do país, colocam a competição cada vez mais como obrigação. O clube foi eliminado na primeira fase em 2012, 2014 e 2017. Mais do que isso, protagonizou vexames internacionais marcantes.

A melhor campanha foi em 2010, quando o time saiu nas quartas de final. Em 2008, perdeu por 3 a 0 para o América-MEX, no Maracanã, e caiu nas oitavas de final depois de ter vencido a primeira partida por 4 a 2. Em 2007, derrota para o Defensor-URU por 3 a 0 na partida de ida e vitória por 2 a 0 no Maracanã, com mais uma eliminação nas oitavas de final. Em 2002, outra péssima campanha e queda ainda na primeira fase.

"Estamos concentrados no Cruzeiro. É o nosso desafio mais importante no momento. Precisamos de cuidado por conta do gol qualificado, diferente da Copa do Brasil. O ano passado mostrou bem o equilíbrio entre as equipes. É um clássico do futebol brasileiro, mas sem clima de revanche e cada um tem o seu objetivo", comentou o técnico Maurício Barbieri.

No Cruzeiro, obsessão é a palavra que mais traduz as pretensões do clube na Libertadores. Mesmo com a nova premiação milionária da Copa do Brasil, torneio em que o time segue em busca do hexa, voltar ao topo da América do Sul é, sem dúvidas, a maior aspiração da nova diretoria.

Para isso, ela não poupou esforços: conseguiu manter a base da equipe e ainda trouxe jogadores como Edilson, campeão com o Grêmio, e o artilheiro Fred. Na falta do seu principal homem-gol, apostou suas fichas em Sassá, hoje também fora de combate. Carente de uma peça tarimbada, foi atrás de Barcos. Recuperado de uma pancada na coxa, o Pirata tem chance de começar como titular e colocar à prova o faro de gols para justificar a contratação.

Apesar de algumas eliminações recentes na competição, nenhuma delas virou um carma para o Cruzeiro. O problema da Raposa é outro: a última vez que chegou à decisão foi apenas em 2009 e sua última taça foi levantada em 1997. O título da Copa do Brasil no ano passado, além do Brasileiro de quatro temporadas atrás ainda estão frescos, mas a seca de 21 anos na Libertadores torna a saudade e a fixação de reconquistar a América maiores.

"O Flamengo tem jogadores rápidos, de grande ofensividade. Estamos nas oitavas de final ainda, e acredito que será um grande jogo, com duas equipes grandes brasileiras que vão disputar. Com certeza tem tudo para um desses times chegar até a final", encerrou o zagueiro Leo.

O Flamengo, por exemplo, coleciona fracassos nos últimos anos pela Copa Libertadores.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget