Fla não tem jogador entre 15 maiores goleadores do Brasil no ano

COLUNA DO FLAMENGO: O segundo turno do Brasileirão começou nesta quarta-feira (22), mas o Flamengo só joga amanhã (23), contra o Vitória, no Maracanã. Apesar de estarmos acima da metade do ano, o rubro-negro sofre com um grande problema: os goleadores.

Desde a saída do centroavante Felipe Vizeu e do atacante Vinicius Júnior, o Mais Querido enfrenta grandes dificuldades para conseguir emplacar boas partidas. Para comprovar tal feito, o clube carioca não tem nenhum representante entre os maiores artilheiros da Série A, em 2018.

Henrique Dourado comemorando gol pelo Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Veja a lista:

Pedro (Fluminense) – 19 gols;
Arthur Cabral (Ceará) – 19 gols;
Neílton (Vitória) – 19 gols;
Ricardo Oliveira (Atlético Mineiro): 19 gols;
Borja (Palmeiras) – 17 gols;
Yago Pikachu (Vasco) – 16 gols;
Gabriel Barbosa (Santos) – 15 gols;
Everton Cebolinha (Grêmio) – 13 gols;
Willian (Palmeiras) – 13 gols;
Thiago Neves (Cruzeiro) – 12 gols;
Arrascaeta (Cruzeiro) – 11 gols;
Diego Souza (São Paulo) – 11 gols;
Nenê (São Paulo) – 11 gols;
Romero (Corinthians) – 11 gols;
Jadson (Corinthians) – 11 gols;

O primeiro representante do Mengão aparece apenas na 19°. É Henrique Dourado, artilheiro do Brasileirão 2017 pelo Fluminense e que chegou ao elenco neste ano. Na temporada atual, o camisa 19 marcou dez vezes. Vale ressaltar que a lista foi montada por Fernando Campos, comentarista do extinto canal Esporte Interativo. Os tentos foram somados em todas as competições que os times disputou até aqui. Lincoln, que não aparece na relação, tem apenas dois gols ano. Uribe, que chegou no meio dos campeonatos, possui 10, nove deles no México, pelo seu antigo clube.

Na coletiva de imprensa desta quarta, Everton Ribeiro falou sobre o mau momento que os centroavantes rubro-negros sofrem. O camisa sete, que é um dos pilares da equipe, apontou que a culpa da má fase também são dos meias e dos laterais. Vale lembrar que o Flamengo tem os piores números quando se fala de cruzamentos certos para a grande área:

— Acho que se eles não estão finalizando muito, a culpa é, também, dos meias e laterais. (Precisamos) criar mais oportunidades para eles. São jogadores que estão ali para finalizar quando tiverem chance. Os times vêm bem fechados contra a gente. Tem horas que fica difícil pra eles. Temos que levar a bola para eles fazem o gol pra gente -, disse o camisa 7.

O Vitória, próximo adversário do Mais Querido, ocupa a 17° posição do principal campeonato nacional, além disso, tem a pior defesa: são 71 gols tomados em partidas oficiais. Em contrapartida, o clube carioca está na terceira colocação, com quatro pontos a menos que o líder São Paulo. A bola rola às 19h30 (horário de Brasília), no Templo do Futebol.

Desde a saída do centroavante Felipe Vizeu e do atacante Vinicius Júnior, o Mais Querido enfrenta grandes dificuldades.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget