Flamengo aposta na união com a torcida para passar pelo Grêmio

O DIA: O Flamengo faz a sua prova de força para o resto da temporada. Contra o Grêmio, às 21h45, no Maracanã, o Rubro-Negro busca a vaga na semifinal da Copa do Brasil e tem a chance de mostrar que, ao juntar Vitinho a Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro, se tornou tão poderoso quanto se mostrava antes da Copa do Mundo. Na arquibancada, a torcida também será testada. Criticada pelo comportamento na derrota para o Cruzeiro, pela Libertadores, a Nação encontra, em mais uma decisão, a chance de se redimir e justificar o bom aproveitamento do time em casa.

No jogo de ida, em 33 minutos do segundo tempo com seus quatro principais jogadores em campo, o time comandado por Mauricio Barbieri amassou o Grêmio, em Porto Alegre. O gol de empate, marcado por Lincoln no fim da partida, deu ao Rubro-Negro a oportunidade de jogar por uma vitória simples em casa. Qualquer outro empate leva a disputa para os pênaltis.

Jogadores do Flamengo comemorando atuação contra o Grêmio - Foto: Gilvan de Souza
Diego foi poupado, na derrota por 2 a 0 para os reservas do Grêmio. Quando o time perdeu pelo mesmo placar para o Cruzeiro, pela Libertadores, Paquetá cumpria suspensão. O quarteto só voltou a atuar junto na partida do último domingo. O Flamengo, depois de três jogos de jejum, retomou as vitórias, ao fazer 1 a 0 sobre os mineiros, desta vez pelo Brasileiro.

O Cruzeiro, no entanto, jogou com o time reserva, o que, de certa forma, compromete a avaliação do desempenho da equipe. E também da torcida que, com o resultado a favor desde os 22 do primeiro tempo, deu apoio ao time. Na quarta-feira anterior, os cruzeirenses, espremidos no canto do setor Sul do Maracanã, calaram os cerca de 40 mil rubro-negros no estádio.

O técnico Mauricio Barbieri quer outro comportamento hoje.

"Esperamos o estádio lotado. A nossa torcida, em sinergia com a gente, apoiando, jogando junto, é esse tipo de comportamento que esperamos. Natural que se frustre em alguma oportunidade. Mas com a torcida ao nosso lado estamos muito fortes", disse.

Este ano, o Flamengo tem aproveitamento de 64,5% no Maracanã. Em 16 jogos disputados, o Rubro-Negro obteve nove vitórias, quatro empates e três derrotas, duas delas depois da paralisação para a Copa do Mundo.

"O fator casa tem peso importante, mas não é definitivo. O Grêmio tem grande qualidade, que não podemos deixar confortável. Temos que tentar impor nosso jogo. Fazer uma partida sólida, segura. Quem oferece espaços corre risco muito alto", afirmou Barbieri. Embora tenha o jogo de ida como referência, ele espera um comportamento diferente por parte do Grêmio: "Temos em mente que uma coisa é o Grêmio jogando em casa, outra é fora; uma coisa é o primeiro jogo de decisão, outra é o segundo. Precisamos avaliar todas as escolhas."

A Nação encontra, em mais uma decisão, a chance de se redimir e justificar o bom aproveitamento do time em casa.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget