Flamengo de Barbieri supera o Grêmio desde recusa de Renato

UOL: Alvo prioritário do Flamengo quando o clube decidiu pela saída de Paulo Cesar Carpegiani, Renato Gaúcho recusou a oferta milionária feita pelos cariocas e decretou o seu "fico" no Grêmio.

Sem opções no mercado, o clube carioca não teve muitas alternativas senão manter o desconhecido Mauricio Barbieri no comando. Poucos meses depois, hoje já não mais interino na Gávea, o técnico de 36 anos tem números melhores do que o técnico gremista desde o desfecho do namoro rubro-negro com Renato. Nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena do Grêmio, em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Barbieri, técnico do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
O não de Renato foi formalizado aos dirigentes do Fla no dia 8 de abril. De lá para cá, Barbieri segurou a ponta do Brasileiro, avançou na Copa do Brasil e na Libertadores e alcançou 66,6% dos pontos disputados nestes 22 jogos até aqui. São 12 vitórias, oito empates e duas derrotas.

Renato, por sua vez, segue intocável em Porto Alegre, mas seu time tem performance um pouco inferior à do adversário. Neste mesmo recorte, o Tricolor atingiu índice de 63,8% de aproveitamento, com 13 vitórias, sete empates e quatro derrotas.

"É um privilégio jogar contra a equipe do Renato. Foi um grande atleta, é um grande treinador, como os resultados têm demonstrado. Me sinto privilegiado, mas com muito cuidado, muito respeito, a gente vai tentar buscar o resultado para o Flamengo", analisou Barbieri.

Para o clássico desta noite, o comandante já terá à disposição o atacante Vitinho. Contratado por R$ 43 milhões pelo Flamengo, o jogador está regularizado e pode fazer sua estreia com a camisa do novo clube.

Se conta com o camisa 14, o treinador não terá Guerrero às ordens. Com dores na parte posterior da coxa, o peruano sequer viajou para a capital gaúcha. Sem o centroavante, Barbieri pensa na melhor forma de montar o setor ofensivo. A tendência, no entanto, é que ele mande a campo um trio com Uribe, Marlos Moreno e Everton Ribeiro. Recuperado de uma cirurgia no joelho, o colombiano Berrío voltou a ser relacionado.

"O Grêmio é uma equipe muito difícil de ser batida, principalmente aqui em Porto Alegre. É uma equipe que gosta de ter o controle do jogo, tenta dominar o adversário. Temos de encontrar maneiras de não deixar o Grêmio confortável no jogo. Ao mesmo tempo, eles gostam bastante de ter a bola e têm dificuldade quando não a tem", opinou o treinador do Fla.

O clássico na Arena será o primeiro de três que os rivais escreverão nos próximos dias. No sábado, tricolores e rubro-negros voltam a campo pelo Brasileiro, também na casa gremista. No dia 15, no Maracanã, as equipes de Renato e Barbieri medem forças para ver quem avança na Copa do Brasil.

Sem opções no mercado, o clube carioca não teve muitas alternativas senão manter o desconhecido Mauricio Barbieri no comando.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget