Flamengo descobre que Guerrero fingiu lesão para não jogar

COLUNA DO FLAMENGO: O fim de Paolo Guerrero no Flamengo está próximo. Em mais um capítulo da longa novela sobre renovação, ou não, do centroavante, o jornalista Ancelmo Gois, do O Globo, afirmou, neste sábado (04), que Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube, desconfia da lesão do camisa 9.

De acordo com o jornalista, a diretoria do Fla tem em mãos dois exames de imagem que comprova que o peruano não tem nenhum problema na coxa. Por causa disso, Bandeira de Mello crê que Paolo alega tais incômodos somente para não adentrar em campo e disputar o sétimo jogo no Campeonato Brasileiro.

Caso o atacante disputasse a partida deste sábado (04), na Arena do Grêmio, contra o tricolor gaúcho, pela 17ª rodada do Brasileirão, ele não poderia mais jogar o campeonato por nenhuma outra equipe do futebol nacional. Com isso, o destino dele poderia ser clubes de outros países, que dificilmente pagariam a quantia salarial no qual pede.

Paolo Guerrero no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Ancelmo Gois ainda cogita a hipótese do provável destino do ídolo do Peru ser um clube do brasileiro. O contrato de Guerrero com o Mais Querido se encerra no próximo dia 10 (sexta-feira) e, de acordo com o Esporte Interativo, não deve haver renovação do vínculo empregatício.

O Flamengo tentou, inúmeras vezes, desde meados de 2017, renovar o contrato do jogador. O clube, no entanto, não conseguiu êxito na negociação com o estafe do atacante, que pedira três anos de contrato e a manutenção dos salários + luvas contratuais. Os dirigentes cariocas, por sua vez, não aceitaram tais condições.

O Rubro-Negro acredita que ter vínculo por mais três temporadas com um atleta de 34 anos não seja vantajoso. Por isso, a ideia da diretoria seria de firmar um compromisso até dezembro de 2019 e diminuir os vencimentos mensais do peruano, pois acreditam que a pedida salarial também esteja fora da realidade, segundo o EI.

O clima já é de despedida para Paolo Guerrero, de acordo com o Esporte Interativo. Jogadores mais próximos do atacante admitem que ele não vai permanecer. A última partida do experiente jogador com o Manto Sagrado foi diante do Sport, no último domingo (29), no Maracanã. Na ocasião, ele começou no banco de reservas — Fernando Uribe foi titular — e entrou no segundo tempo.

A principio, Guerrero havia ficado no Rio de Janeiro e não viajou para Porto Alegre, para poder se tratar de um edema na coxa esquerda. O centroavante, no entanto, não se juntou ao restante do plantel, que treina em Viamão, no Rio Grande do Sul, e sua saída do Urubu está ficando cada vez mais certa.

Paolo Guerrero chegou ao Flamengo em meados de 2015, após uma longa e desgastante negociação de renovação com o Corinthians, clube no qual era ídolo. Em seu primeiro ano de Fla, participou de 18 jogos e fizera quatro gols. Em 2016, jogou 43 vezes e balançou as redes em 18 oportunidades.

Agora, em 2017, temporada no qual foi pego em doping pelas eliminatórias da Copa do Mundo, foram 44 partidas e 20 tentos assinalados. Neste ano, sete jogos e uma bola na rede. Ao todo, foram 112 cotejos disputados e 43 gols marcados, com média aproximada de 0,3 gol por partidas disputadas.

A diretoria do Fla tem em mãos dois exames de imagem que comprova que o peruano não tem nenhum problema na coxa.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget