Flamengo encontra dificuldades pra fazer sua obrigação

ESPN FC: Por João Luis Jr

Poucas vezes em sua a história o Flamengo teve tanto a obrigação moral e cívica de vencer uma partida quanto hoje. Vindo de duas derrotas, uma contra os reservas do Grêmio e outra dentro de casa contra o próprio Cruzeiro, ganhar era essencial não apenas pelas perspectivas no Campeonato Brasileiro como também pela imensa indignidade que seria perder para uma equipe escalada com Mancuello titular e cobrador de faltas.

E o Flamengo venceu. Não de forma brilhante, não sobrando contra uma equipe obviamente inferior e que veio ao Maracanã sem nenhuma ambição além de buscar alguma coisa que tinha esquecido no armário quarta-feira, mas venceu e deixou algumas pistas do que precisamos ver essa semana na Copa do Brasil, durante o resto do Campeonato Brasileiro e até mesmo durante o jogo da volta da Libertadores em Belo Horizonte.

Vitinho, do Flamengo, se lamentando - Foto: Getty Images
Primeiro, Paquetá é essencial. Pode ser imaturo, pode ser marrento, pode em dados momentos priorizar o próprio vídeo de “dribbling skills and tricks” com música techno ao fundo do que o próprio time, mas ele é atualmente a única coisa que nos separa de uma equipe comum, do meio pra frente. Paquetá quebra o tédio da interminável linha de passe rubro-negra e quando ele e Diego estão num dia bom e Éverton Ribeiro esquece em casa sua carteirinha de sócio torcedor do Cruzeiro fica possível sonhar com grandes coisas.

Ainda no ataque, começa a parecer que, e Deus me perdoe por dizer isso, talvez Dourado seja sim a melhor opção. Mais experiente que Lincoln e mais adaptado ao clube que Uribe, o Ceifador com certeza não é o camisa 9 que nós queremos, mas com disposição e um pouco mais de aproximação dos colegas de equipe pode se tornar o camisa 9 que menos irá traumatizar o torcedor rubro-negro nessa temporada.

Na defesa, fica bem claro que Léo Duarte é o titular e talvez seja a hora de Thuler ou Rhodolfo ser sua dupla, já que Rever dá sinais bem claros de que não tem mais condições de atuar duas vezes por semana, ao menos não sem falhar bastante em pelo menos uma delas. Sobre as laterais, segue valendo aquela frase do Facebook: se você não está preocupado é porque você não está prestando atenção. Por mais que Rodinei, Trauco, Renê e Pará pareçam ser caras muito bacanas, muito gente boa, o Flamengo não estar procurando laterais no mercado beira a insanidade. Afinal, se ser amigo da galera fosse critério, os laterais titulares da seleção hoje seriam David Brazil e Bruno de Luca.

Resta agora a preparação para o jogo contra o Grêmio, já na quarta-feira, onde precisamos de uma vitória simples para nos classificar. É hora de esquecer a semana ruim, esquecer as raivas passadas, lembrar que teremos em campo Cuellar e Paquetá e isso sempre é um bom sinal. O Flamengo tem condições de vencer o Grêmio, assim como tem de vencer qualquer adversário no Brasil hoje. Só precisa de mais vontade, organização e com certeza de todo Paquetá que puder colocar em campo. Porque sem ele ficou claro que é bem complicado.

O Flamengo tem condições de vencer o Grêmio, assim como tem de vencer qualquer adversário no Brasil hoje.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget