Flamengo não perdeu nenhum jogo com meio-campo titular

LANCE: Disputando três competições nesta segunda parte da temporada, poupar os jogadores se tornou um mantra para o técnico Maurício Barbieiri. Os últimos tropeços do Flamengo no Brasileirão foram com jogadores importantes sendo preservados, como contra Grêmio e Atlético-PR. No meio-campo, a situação é ainda mais complexa: com o quarteto titular atuando junto - Cuéllar, Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro e Diego - o Flamengo ainda não perdeu no ano.

Nos tropeços no Brasileirão, algum jogador deste quarteto acabou ficando de fora: contra a Chapecoense, Éverton Ribeiro e Paquetá não atuaram. Depois, contra o São Paulo, Cuéllar cumpriu suspensão e ficou de fora. Contra Grêmio e Atlético-PR, apenas Diego ficou de fora. Mesmo assim, o nível técnico do meio-campo caiu e o Rubro-Negro acabou sendo derrotado nesta sequência.

Foto: Getty Images
Pensando fora do Brasileirão, os números do quarteto seguem sendo unânime: no revés contra o Cruzeiro, pela Libertadores, Lucas Paquetá estava suspenso e não atuou no Maracanã. No Carioca, dois tropeços do Rubro-Negro foram com o time sendo reserva: diante do Macaé e do Fluminense. Na semifinal com o Botafogo, Éverton Ribeiro não jogou, com Cuéllar entrando na etapa final.

Na campanha do Brasileirão - onde o Flamengo disputa o topo da tabela - o quarteto rubro-negro atuou junto em apenas seis jogos: foram quatro vitórias e dois empates. No último triunfo rubro-negro - contra o Vitória, no Maracanã - a importância dos meias ficou ainda mais em evidência. O volume ofensivo do ataque foi elogiado por Barbieri, que ressaltou a movimentação dos jogadores.

- É uma parte do que a gente treina. E tem outras coisas... mas são jogadores que conseguem atuar em mais de uma região do campo. Alguns conseguem render em uma região do campo específica e tem outros jogadores que têm a capacidade de rodar. É saber qual a função que está exercendo. É importante porque dificulta o adversário na hora da marcação - disse o comandante rubro-negro sobre as principais características dos meio-campistas do Flamengo.

Na temporada de 2018, foram 15 jogos com o meio-campo considerado "ideal" na Gávea. São nove vitórias e seis empates em quatro competições distintas. Agora, a expectativa dos rubro-negros é quanto a presença dos quatro no jogo deste final de semana, contra o América-MG, no Independência, pelo Brasileiro.

PARTIDAS DO QUARTETO JUNTO:
​Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu - Campeonato Carioca
Flamengo 3 x 1 Botafogo - Campeonato Carioca
Flamengo 2 x 0 Boavista - Campeonato Carioca
Flamengo 3 x 0 Boavista - Campeonato Carioca
Flamengo 1 x 1 Fluminense - Campeonato Carioca
Flamengo 1 x 1 Santa Fé (COL) - Copa Libertadores
Flamengo 2 x 0 Emelec (EQU) - Copa Libertadores
Vitória 2 x 2 Flamengo - Campeonato Brasileiro
Ceará 0 x 3 Flamengo - Campeonato Brasileiro
Flamengo 1 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro
Santos 1 x 1 Flamengo - Campeonato Brasileiro
Flamengo 4 x 1 Sport - Campeonato Brasileiro
Grêmio 1 x 1 Flamengo - Copa do Brasil
Flamengo 1 x 0 Grêmio - Copa do Brasil
Flamengo 1 x 0 Vitória - Campeonato Brasileiro

Com o quarteto titular atuando junto - Cuéllar, Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro e Diego - o Flamengo ainda não perdeu no ano.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget