Flamengo não tira nada de bom de derrota para o Atlético-PR

LANCE: Desatenção e apatia podem ser dois adjetivos para classificar o time do Flamengo diante do Atlético-PR. A equipe rubro-negra, que não contou com os líderes Diego Alves, Réver e Diego, entrou completamente desligada e viu o adversário precisar de apenas 20 minutos para garantir os três pontos. Três gols em 20 minutos.

Sem Diego, o técnico Maurício Barbieri optou por Arão como segundo homem do meio de campo e deslocou Paquetá para a esquerda. A mudança não surtiu muito efeito e o meio rubro-negro se mostrou sem muita criatividade. O time, então, passou a explorar os lançamentos, mas encontrava dificuldade em manter a bola no ataque.

Vitinho em Atlético-PR x Flamengo - Foto: Staff Images
O lado direito do setor defensivo, desta vez, não funcionou. A parceria entre Rodinei, Arão e Thuler não deu liga - muito talvez, pela falta de entrosamento. Por ali, o Atlético-PR conseguiu criar as principais oportunidades, principalmente no primeiro tempo. Em três jogadas por esta ala, saíram três gols do Furacão.

A alteração de Marlos e Arão surtiu efeito. O time melhorou e o colombiano deu certo trabalho pela ponta esquerda, mas quando o Flamengo conseguiu mudar de postura, já era tarde. Mudar um jogo 3 a 0 contra, como esperado, seria complicado.

Lincoln, novamente, entrou bem e, movimentando-se na área, conseguiu finalizar e levar perigo ao goleiro Santos.

A parceria entre Rodinei, Arão e Thuler não deu liga - muito talvez, pela falta de entrosamento.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget