Grupo Político pede o afastamento de Eduardo Bandeira do Fla

COLUNA DO FLAMENGO: Na última semana, o grupo político, Flamengo da gente abriu uma sindicância junto ao Conselho Deliberativo do Fla, para avaliar a regularidade do apoio do presidente Eduardo Bandeira de Mello à candidatura de Marina Silva para a presidência da República. Segundo um dos conselheiros responsáveis pela ação, o mandatário corre o risco de ser suspenso ou afastado de suas funções no clube.

Ainda segundo o conselheiro, o apoio de Eduardo à candidatura pública de Marina fere o estatuto do clube e por isso mesmo está sujeito a punição. Vale lembrar que Bandeira ainda não oficializou sua candidatura no REDE, porém a situação já divide opiniões na Gávea. Em outubro serão realizadas novas eleições no clube da Gávea e o atual presidente não poderá concorrer pois está no segundo mandato e, também de acordo com o estatuto, ninguém pode assumir a direção do Rubro-Negro por três vezes consecutivas.

Eduardo Bandeira, Presidente do Flamengo - Foto: Celso Pupo
Na última eleição, Eduardo Bandeira de Mello foi reeleito com 1.632 votos dos 2.753 associados que compareceram às urnas. O segundo lugar ficou com Wallim Vasconcellos, da Chapa Verde. O ex-aliado de Bandeira somou 834 votos. Cacau Cotta, da Chapa Branca, contabilizou 259 indicações e terminou na terceira colocação. Foram ainda 28 votos nulos.

Ainda segundo o conselheiro, o apoio de Eduardo à candidatura pública de Marina fere o estatuto do Flamengo e por isso mesmo está sujeito a punição.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget