Gustavo De Conti enaltece o coletivo do Flamengo

GARRAFÃO RUBRO-NEGRO: Por Enéas Lima

Em seu primeiro jogo a frente do Flamengo, o técnico Gustavo De Conti assistiu sua equipe crescer de rendimento durante o clássico contra o Botafogo. Em entrevista exclusiva ao blog Garrafão Rubro-Negro, o treinador fez uma análise da vitória do Flamengo contra o Botafogo, no ginásio Oscar Zelaya.

A estreia com o resultado positivo no Estadual.

“Muito importante. Ganhar é sempre importante, a vitória acaba dando confiança naquilo que você planejou durante a semana e os jogadores também até por ser uma estreia tem o fator emocional que pesa bastante e também para mim. E não podemos ficar tranquilos agora, mas a vitória na estreia contra um adversário direto que tanto a vitória e a diferença de pontos poderiam fazer a diferença lá na frente ela foi importante.

Foto: Staff Images
Gustavo De Conti enaltece o elenco rubro-negro na construção da vitória.

“O Deryk tem a mesma importância que outro jogador. Assim como era na temporada passada, o destaque era ele e agora aqui pode ser ele, pode ser o Marquinhos, pode ser o Anderson Varejão. Cada jogo será um jogador que vai se destacar mais na pontuação. O importante é todo mundo fazer bem o seu trabalho. O Anderson Varejão atraiu muito a defesa do Botafogo e ele passou algumas bolas para fora, essas acabaram sendo importantes. O Franco Balbi e o Davi Rossetto desequilibraram bem a defesa e possibilitaram o Deryk a chutar livre.

O peso da ausência de Kevin Crescenzi e David Nesbitt na rotação da equipe.

‘Eles fazem bastante falta. Principalmente nesse início que fisicamente ainda não estamos muito bem. Quanto mais jogadores de qualidade tivermos a disposição é melhor. O David Nesbitt deve chegar nessa semana e o Kevin ainda tem um período de recuperação. Mas a gente espera todo mundo saudável sempre para que a gente possa jogar no ritmo que a gente quer.

O jogo contra o Niterói Basquete na terça-feira, na Gávea.

“A gente tem que respeitar todo mundo. Eu não conheço a maioria dos jogadores do Niterói, conheço pouco. A gente tem que respeitar todo mundo. A partir do momento que a gente entra na quadra, não importa o adversário, temos que fazer a nossa parte e fazer ainda mais quando se veste a camisa do Flamengo. Temos que respeitar e jogar sério contra qualquer adversário.”

A gente tem que respeitar todo mundo. Eu não conheço a maioria dos jogadores do Niterói, conheço pouco.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget