Marquinhos destaca o começo de um novo ciclo no Flamengo

GARRAFÇAO RUBRO-NEGRO: Por Enéas Lima

Um novo ciclo para o basquete rubro-negro teve sua apresentação oficial a imprensa nessa segunda-feira, na Gávea. A maior reformulação já feita pela diretoria do clube e um elenco com atletas motivados a recolocarem o time no caminho das vitórias e dos titíulos. O Garrafão Rubro-Negro conversou com o ala Marquinhos que falou da sétima temporada pelo clube e se esperava permanecer por tanto tempo assim vestindo a camisa rubro-negra.

“Eu esperava escrever o meu nome na história do Flamengo. E vou buscar continuar a fazer isso a cada mês, a cada dia, a cada ano. A temporada passada foi difícil. A gente vinha de uma excelente primeira fase do NBB e na fase final fomos surpreendidos pelo Mogi e agora estamos começando um trabalho novo. Não somente eu, mas todos os jogadores estão bem animados e motivados. Serei dirigido por um treinador que é o atual campeão brasileiro e temos a Liga Sul-Americana que é um objetivo muito grande do clube nesse segundo semestre para voltarmos a Liga das Américas. Tem o amistoso em Orlando e o começo do NBB. A gente está animado e as duas semanas de treinamento tem mostrado isso.”

Foto: Gilvan de Souza
Marquinhos falou da oportunidade de trabalhar com o técnico Gustavo de Conti.

“Ele é o atual campeão brasileiro e tem uma maneira de jogar bem particular e bem parecido com o meu estilo de jogo, que é rápido, estratégico de definir e atacar rápido. Estou tentando pegar ao máximo desses primeiros treinos. Ele é um cara que será referência para todo o elenco e estamos motivados em trabalhar com um treinador campeão.”

A principal referência em quadra a partir dessa temporada com a aposentadoria de Marcelinho também foi analisada pelo ala Marquinhos.

“Eu vou tentar ser o Marquinhos, o Marcelinho fez e escreveu o nome dele na história do Flamengo. E eu tenho que continuar fazendo o que eu faço e isso de forma natural. Claro que as pessoas irão dizer que eu serei o grande líder do time em quadra, mas na verdade vou continuar sendo o Marquinhos. Na ausência do Marcelinho ou quando ele ainda estava em quadra, eu já era um cara que puxava meus companheiros e tentava fazer do Flamengo vencedor.”

Confira principais trechos da diretoria do Flamengo e da comissão técnica na apresentação oficial do elenco rubro-negro:

Alexandre Póvoa – Vice-presidente de esportes olímpicos do clube

“Começamos uma nova temporada com mudanças. Na temporada passada não atingimos os nossos objetivos que o basquete do Flamengo está acostumado a atingir. Quem veste a camisa do Flamengo tem a obrigação de ganhar sempre. Nós tínhamos uma comissão técnica formada por profissionais de altíssimo nível – José Neto, Rodrigo e o Diego Falcão – e a gente buscou trazer uma comissão técnica de alto nível e que tivesse um olhar moderno sobre o basquete, o basquete mudou muito nos últimos anos, o basquete é mais dinâmico. E o Paulistano mostrou isso com o Gustavo de Conti e o Diego Jeleilate a frente da equipe. A gente conversou com vários técnicos para escolher qual técnico a gente traria, mas só fizemos oferta para o Gustavinho. Não fizemos oferta para nenhum outro técnico. A gente agradece a presença do Gustavinho e que não seja somente dois anos e sim muito mais anos. “

Marcelo Vido – Diretor de esportes olímpicos do Flamengo

“A gente está iniciando um novo ciclo com a mesma disposição e a mesma garra. Devemos jogar por volta de 60 jogos nessa temporada e temos que ter um elenco forte. E esse elenco foi bem pensado, muito bem estudado. Temos um elenco com uma mescla de experiencia e juventude associado a garra e a determinação. Nós reforçamos a equipe e fizemos mudanças na comissão técnica. Reforçamos a gerencia com o Diego Jeleilate para trabalhar junto com o Andre Guimaraes. Teremos um NBB muito equilibrado, Liga Sul-Americana bem forte e quem sabe a Liga das Américas. É um inicio de um novo ciclo, novas pessoas, novas jornadas.”

Diego Jeleilate – gerente de basquete

“Estou sentindo o peso desse clube e dessa nação, é um orgulho estar a frente desse novo momento do basquete do Flamengo está vivendo. A gente reforçou a equipe em todos os aspectos. A gente tem o maior Staff do basquete brasileiro. Trouxemos o Bruno Nicolaci que eu gosto muito do trabalho. A montagem do elenco foi estratégica de atuais vencedores e de campeões de outros momentos. Estamos muito confiantes para essa temporada e viemos para o Flamengo para vencer e ser campeão”

Gustavo de Conti – Técnico

“É um elenco moderno do basquete de hoje em dia. Temos jogadores versáteis, capazes de fazer mais de uma posição tanto no ataque como na defesa. São jogadores atléticos que correm bem a quadra São jogadores muito inteligentes para jogar basquete você precisa disso. São muitos jogos, são muitos torneios que iremos disputar. Nas ultimas temporadas, no Paulistano, eu não tive praticamente lesões e queremos ter o mesmo trabalho aqui no Flamengo. E o que me motivou foi integrar as categorias de base do Flamengo, investir nisso, precisamos ter jovens na equipe adulta e espero que daqui a alguns anos possamos ter alguns deles como ídolos da torcida. Eu terei o Fernandinho como auxiliar e o Paulo Chupeta será um dos assistentes técnicos da equipe.”

Marquinhos falou da oportunidade de trabalhar com o técnico Gustavo de Conti.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget