O que acontece com o Flamengo?

ESPN FC: Por João Luis Jr., do Isso Aqui é Flamengo

É impossível negar a queda de rendimento do Flamengo. Se antes da Copa liderávamos o Brasileirão com 75% de aproveitamento e quatro pontos de vantagem sobre o adversário mais próximo, nos sete jogos seguintes conseguimos apenas 10 pontos em 21 disputados, um aproveitamento de 48% que não apenas nos custou a liderança como nos fez terminar o turno quatro pontos atrás do 1º colocado, num decepcionante 3º lugar.

Mas o que levou o Flamengo que entrou de férias permitindo que seu torcedor infernizasse as redes sociais com memes de “segue o líder” chegasse em meados de agosto aguentando insuportáveis provocações sobre o famigerado “cheirinho”? Bem, são vários os fatores.

Rodinei em Atlético-PR x Flamengo, de azul - Foto: Divulgação
Existe, é claro, relação direta com a maratona de jogos que o Flamengo enfrentou. Conciliar Libertadores, Copa do Brasil e uma disputa real pelo título do Campeonato Brasileiro não é uma tarefa fácil e exige um elenco com profundidade para lidar com vários jogos duros contra várias equipes de altíssimo nível, coisa que ficou claro que o Flamengo não possui.

Não que nosso elenco seja ruim, claro. Temos um grande goleiro, temos bons zagueiros, ótimos meias, talvez o melhor volante do Brasil na atualidade. O clube realmente buscou qualificar o grupo e não economizou durante a janela de transferências, trazendo Vitinho e realizando a mais cara contratação da história do clube.

Mas ainda assim, o elenco tem grandes carências. Primeiro no próprio time titular, onde Rodinei e Renê, mesmo quando estavam em boa fase, nunca estiveram no mesmo nível que o resto do time, sendo muito menos soluções para as laterais e muito mais gambiarras que, mesmo que funcionem por um tempo, inevitavelmente vão dar problema e tende a ser na hora que você mais precisa.

Depois porque por mais numeroso que seja o elenco rubro-negro, ainda faltam dentro dele peças de reposição realmente confiáveis, o que causa quedas muito grandes de rendimento quando algum titular não está em campo. Paquetá suspenso? Não temos alguém para criar pelo meio. Cuellar fora? Perdemos 80% da alma da equipe. Vinícius Junior foi para o Real Madrid? Ninguém até agora conseguiu realizar a função com ao menos metade da competência do moleque.

Além disso, a decisão de tratar como solução jogadores que acabaram de chegar ao clube também pode não ser a melhor. Uribe é um jogador horrível? Possível que não, mas baseado no seu desempenho, que até agora consiste em algumas partidas ruins e um gol cagado, se torna complicado defender o colombiano. Assim como Vitinho, o atacante de 40 milhões de reais, provavelmente ainda irá contribuir muito com o Flamengo, mas em suas primeiras partidas parece pesado, confuso, se movendo num ritmo completamente diferente do resto da equipe. O jogador só vai pegar ritmo jogando, claro, mas são esses momentos decisivos os mais propícios pra isso?

Existem outros fatores, claro. A inexperiência de Barbieri em dados momentos, queda de rendimento de certos jogadores, a dificuldade que o Flamengo mostrou nessa temporada para atuar com um centroavante, todos foram fatores que pesaram nos tropeços recentes e ajudaram a colocar a equipe na situação em que está, um time irregular que é capaz de fazer um ótimo jogo na quarta e parece irreconhecível no domingo ou vice-versa.

E ainda que possa ser complicado resolver imediatamente todos os problemas - mesmo se contratarmos laterais agora eles ainda precisarão de um tempo de adaptação, por exemplo - o Flamengo se encontra ainda em condições de corrigir alguns desses problemas e de se planejar para não conviver com eles novamente na próxima temporada. Nada está perdido ainda – ainda que a Libertadores, por exemplo, não apresente um cenário dos mais fáceis – e o Flamengo ainda pode corrigir a sua rota e voltar para o bom caminho em que parecia estar.

Por mais que esteja mais fresco na cabeça o Flamengo patético que conseguiu ser surpreendido pelo Atlético-PR, ainda está vestindo a camisa rubro-negra o mesmo Flamengo sólido que venceu o Grêmio e o mesmo Flamengo avassalador que liderou o Brasileirão por várias rodadas. E já passou da hora de termos esse time de volta.

Não que nosso elenco seja ruim, claro. Temos um grande goleiro, temos bons zagueiros, ótimos meias, talvez o melhor volante do Brasil na atualidade.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget