Varejão celebra bom momento: "Me sentindo bem melhor"

GLOBO ESPORTE: Com as coisas no lugar, Varejão tende a decolar. Readaptado ao basquetebol brasileiro, o pivô se sente bem fisicamente e está confortável com a camisa do Flamengo. O resultado disso foi visto na estreia do Estadual, contra o Botafogo, no último sábado (18). O jogador conseguiu 15 pontos e 13 rebotes, dominando o garrafão e sendo peça chave para a vitória rubro-negra. Para ele, o fato de ter participado dos treinamentos desde o princípio será fundamental para a temporada, que já apresenta o próximo desafio: duelo contra o Niterói, nesta terça (21), pela segunda rodada do campeonato.

— Eu estou me sentindo bem melhor. Dessa vez está sendo diferente, fiz a pré-temporada desde o início. A gente vem treinando há três semanas e isso vem sendo bem positivo para mim — disse.

Foto: Staff Images
Depois de uma longa caminhada na NBA, a liga americana de basquete, Varejão voltou ao Brasil em momento difícil de carreira. O pivô estava lesionado e já não atuava pelo Golden State Warriors. Ao chegar ao Flamengo, o pivô teve de se readaptar às regras diferentes, à arbitragem e também ao estilo de jogo praticado no país.

— Esse ano foi bem diferente para mim. Eu cheguei ao Flamengo no início do ano e fazia mais ou menos um ano e pouco que eu não jogava. Fiz dois jogos com a Seleção e assinei com o Flamengo. Então voltar para o Brasil e me adaptar de novo ao basquete é difícil. Também tem o meu corpo, por eu não estar jogando há muito tempo, naquela época — disse Varejão.

A partida contra o Niterói acontecerá no ginásio Hélio Maurício, na terça-feira (21), às 20h (de Brasília). Para a sequência do campeonato, o pivô acredita que a tranquilidade do grupo vai ser um ponto a favor. O jogador também pensa que o time ainda tem muito a crescer.

— É normal ter altos e baixos. Nós estamos treinando há três semanas, com um grupo bem diferente do ano passado. Mas mantivemos a tranquilidade para sair com a vitória contra o Botafogo. A expectativa é só crescer — concluiu

Ao chegar ao Flamengo, o pivô teve de se readaptar às regras diferentes, à arbitragem e também ao estilo de jogo praticado no país.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget