Cinco brasileiros que podem ficar livres no Mercado em 2019

BLOG DO RAFAEL REIS: A temporada 2018 do futebol brasileiro ainda está em pleno andamento, com o início da reta final de suas principais competições. Mas os dirigentes mais espertos já estão de olho na montagem dos elencos para o próximo ano.

E alguns dos bons reforços que podem pintar nos principais times brasileiros a partir de janeiro estão bem longe, atuando em equipes do exterior.

Apresentamos abaixo cinco jogadores brasileiros que atuam fora daqui e vão ficar sem contrato na virada de ano. Todos esses nomes estão aptos para assinar com novas equipes e se transferir sem a necessidade de pagamento de direitos econômicos no próximo ano.

Foto: Divulgação
DIEGO TARDELLI
Atacante
33 anos
Shandong Luneng (CHN)

Ídolo do Atlético-MG, está na China desde 2015 e chegou a ser convocado para a seleção durante a passagem pelo Oriente. Atualmente, vive grande fase no Shandong Luneng e já marcou 15 gols em 24 partidas nesta temporada. Apesar do bom momento na Ásia, é bem possível que Tardelli volte ao Brasil no próximo ano, já que seu nome é frequentemente lembrado pelos dirigentes dos principais clubes do país.

ALAN
Atacante
29 anos
Guanzghou Evergrande (CHN)

Revelado pelo Fluminense, jogou pouco tempo no Brasil antes de se transferir para a Europa. Em 2015, após cinco temporadas no RB Salzburg, foi negociado com o Guangzhou Evergrande. Bicampeão chinês, Alan chegou a ficar suspenso da liga nacional durante oito rodadas nesta temporada devido a uma cotovelada em um adversário. A quatro meses do fim do seu contrato, o brasileiro tenta recuperar espaço no clube mais poderoso da China.

ILSINHO
Meia
32 anos
Philadelphia Union (EUA)

Ex-São Paulo, Internacional e Palmeiras, deixou já há algum tempo a lateral direita para atuar na linha de meio-campistas. Há dois anos, mudou-se para os Estados Unidos e, desde então, defende o Philadelphia Union, equipe de meio de tabela da MLS (Major League Soccer). Ilsinho é uma contratação difícil para os clubes brasileiros porque já elogiou várias vezes a qualidade de vida que tem na América do Norte.

SOUZA
Volante
30 anos
Cerezo Osaka (JAP)

O meio-campista ruivo que defendeu Palmeiras, Santos, Cruzeiro e Bahia, entre outros, está em sua terceira temporada no futebol japonês. No ano passado, conquistou os títulos das duas principais copas do país e também fez um bom papel na J-League, a primeira divisão nacional. É titular absoluto do Cerezo Osaka e deve renovar por lá caso não receba uma proposta interessante do Brasil.

FELIPE
Meia
28 anos
Sanfrecce Hiroshima (JAP)

O camisa 10 do líder do Campeonato Japonês nesta temporada já rodou bastante pelo futebol brasileiro. Felipe jogou por Palmeiras, Ponte Preta, Mogi Mirim, Ceará e Atlético-PR, além de outros times de menor expressão. Em 2017, rumou para a Ásia e fez uma temporada razoável de estreia pelo Sanfrecce Hiroshima. Neste ano, viu o time subir de rendimento, mas foi parar no banco de reservas.

Diego Tardelli está na China desde 2015 e chegou a ser convocado para a seleção durante a passagem pelo Oriente.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget