Corinthians trata duelo contra o Flamengo como "jogo do ano"

GLOBO ESPORTE: O Corinthians empatou com o Atlético-MG, em casa, no último sábado, pelo Brasileirão, e desperdiçou mais uma chance de colar no G-6. Ainda por cima, viu o rival Santos encostar e pode ser novamente ultrapassado pelo Cruzeiro.

Diante de um cenário pouco animador na competição, o técnico Osmar Loss deu indícios que pode começar um rodízio entre os jogadores para ter força máxima na Copa do Brasil. O Corinthians está na semifinal da competição e enfrenta o Flamengo, no dia 12, no jogo de ida, no Maracanã.

Foto: Marcos Ribolli
Neste sábado, todos os setores, exceto o ataque, tiveram modificações em relação ao jogo passado:

Gol: Walter ocupou o lugar de Cássio, poupado
Zaga: Henrique, poupado, deu lugar a Marllon
Lateral-direita: Mantuan ficou com a vaga de Fagner, suspenso
Volante: Gabriel ocupou o lugar de Douglas, suspenso
Meia: Jadson, poupado, abriu espaço para Ángelo Araos

O chileno Araos foi a única "novidade" que não rendeu. Ele foi substituído aos 36 minutos do segundo tempo, sem agradar a torcida, por Rodrigo Figueiredo. Mateus Vital corre por fora por uma vaga em um possível time alternativo.

O destaque positivo foi a zaga. Com Pedro Henrique machucado e Henrique poupado, Osmar Loss optou por Léo Santos e Marllon. A dupla anulou praticamente todas as ações do melhor ataque do Brasileirão e acabou vazada apenas em uma cobrança de pênalti.

Já Gabriel atuou em uma posição que não está muito habituado, o de segundo volante. Embora tenha cometido o pênalti ao colocar a mão na bola dentro da área, conseguiu se movimentar bem na etapa final e ajudar na armação das jogadas.

- De três, quatro anos da minha carreira para cá, eu joguei duas vezes nessa função de segundo volante, justamente com o Ralf. Lógico que requer mais tempo, entrosamento, até porque não temos tempo para treinar essa formação, essa função minha de sair um pouco mais, chegar de elemento surpresa - afirmou o jogador.

Gabriel, inclusive, disse que o treinador ainda não conversou com o elenco sobre a prioridade de alguma das competições que o clube tem à disputar e rechaçou a ideia.

- A gente não sabe ainda, porque ainda está um pouco cedo para pensar. Tem muito Campeonato Brasileiro pela frente. A gente não tem que priorizar uma competição. Hoje, ia ser impossível manter a equipe, porque os jogadores estavam desgastados e até com lesão. Sabemos que tem que ter uma rodagem no elenco.

Vale lembrar que o presidente Andrés Sanchez falou em entrevista recente que a Copa do Brasil era a prioridade.

Antes de enfrentar o rival carioca pelo torneio mata-mata, o Timão encara o Ceará na próxima quarta-feira, às 20h (de Brasília), no Castelão, e o Palmeiras, no próximo domingo, outra vez fora de casa.


O técnico Osmar Loss deu indícios que pode começar um rodízio entre os jogadores para ter força máxima na Copa do Brasil.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget