Corrente política pressiona Lomba a demitir Barbieri do Flamengo

GLOBO ESPORTE: A volta do Flamengo ao Rio de Janeiro após a derrota para o Internacional foi tranquila, houve até tímidos gritos de incentivo no aeroporto, mas na Gávea o clima está longe de ser pacífico. A eliminação na Libertadores e, especialmente, a queda livre no Brasileiro levantaram questionamentos, amplificados pelo início de uma disputa eleitoral acirrada.

Há uma corrente forte no clube que defende a troca imediata no comando técnico. Algo que não acontecerá antes do jogo contra a Chapecoense, no sábado. A equipe não vence há três rodadas no Brasileirão.

- Ele está garantido – assegurou o diretor de futebol Carlos Noval, ao GloboEsporte.com, na volta ao Rio de Janeiro.

Indagado sobre o momento conturbado do time, ele reconheceu que a pressão ''está grande''.

Maurício Barbieri pode deixar o Flamengo - Foto: Divulgação
Pressão sobre vice de futebol

De fato, há pressão de todos os lados. A da torcida é visível nas arquibancadas - como após a derrota para o Ceará, domingo, no Maracanã. Mas é dentro do clube que o calo da diretoria aperta. Em período eleitoral, alguns aliados do vice de futebol e candidato à presidência Ricardo Lomba cobram a saída imediata de Barbieri. Há receio de que novas derrotas prejudiquem sua campanha. E a oposição usa o momento ruim do futebol para criticar o comando do clube.

Internamente há quem defenda um novo treinador para dar um gás na temporada, uma vez que o Flamengo deu adeus à Libertadores, caiu para quarto no Brasileiro, mas está na semifinal da Copa do Brasil. Abel Braga é nome que já esteve em pauta, mas a situação não caminhou. Ele só quer voltar a trabalhar no ano que vem e se prepara para viajar com a esposa.

Por outro lado, quem defende a permanência, cita a ausência de bons nomes no mercado para assumir imediatamente. Um dos motivos, inclusive, que levou Barbieri a receber uma oportunidade em abril.

Por ora, Barbieri tem respaldo interno no departamento de futebol e do presidente. O grupo também valoriza o trabalho realizado até aqui. Os resultados de antes da Copa o deram crédito, e o presidente Eduardo Bandeira de Mello não costuma ser entusiasta de interromper trabalho de treinadores.

Há receio de que novas derrotas prejudiquem sua campanha. E a oposição usa o momento ruim do futebol para criticar o comando do clube.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget