Diego detona grama do Maraca: "Precisa sair matéria no Fantástico"

EXTRA GLOBO: O gramado do Maracanã, mais uma vez, foi motivo de reclamação. Desta vez, por parte dos jogadores do Flamengo, que empatou sem gols com o Corinthians, no primeiro duelo da semifinal da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira. O estádio ficará interditado por um mês para uma melhora nas condições da grama. Mas isso não foi desculpa suficiente para o meia Diego, que disparou contra a Greeenleaf, a empresa responsável pela manutenção e preservação do campo.

Logo após a partida, na zona mista, o camisa 10 do Flamengo disse que a empresa só tomou uma atitude após imagens na TV mostrarem as péssimas condições do gramado, o que ele considera um erro grave.

Diego em Flamengo x Corinthians - Foto: Staff Images
“Não vou me omitir em falar sobre o gramado. Isso aqui é uma vergonha. Não só um desrespeito com o Flamengo e o Fluminense, mas com vocês que assistem como torcedores, como o futebol brasileiro. Precisa sair matéria no Fantástico para eles virem aqui e tomarem uma atitude, a de maquiar uma situação que é extremamente importante. As atitudes já deveriam ter sido tomadas. Nós estamos esperando urgente uma atitude para que possa ser respeitado o Maracanã como estádio e o futebol brasileiro, porque as condições são terríveis”, disse o jogador, que não usou o problema para justificar a falta de finalizações do Rubro-negro.

“Não vai ser desculpa para nós em momento nenhum, mas devemos falar é uma realidade. A nossa responsabilidade em ganhar o jogo continua idêntica, independente do adversário que vamos enfrentar”, avisou.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello também comentou sobre a situação do gramado, e avisou que Flamengo seguirá cobrando melhorias nas condições do campo do Maracanã.

"O gramado está horrível, não tem desculpa. Temos que continuar cobrando. A expectativa que todos temos é que o gramado vai parar por algum tempo, parece que só vamos jogar o jogo contra o Atlético-MG, porque os ingressos já começaram a ser vendidos. Daqui para frente, vamos ficar um bom tempo com o gramado sendo reparado para voltar a ficar a altura do MarAcanã e dos jogos do Flamengo', avisou o dirigente.

Pedido de fechamento

Na segunda-feira, a Greenleaf pediu que o estádio seja interditado para que haja uma janela sem jogos que permita a melhora do campo de jogo. A concessionária aceitou. O período solicitado pela Greenleaf começa na próxima quinta-feira e se estende até o dia 9 de outubro.

A concessionária avisou aos clubes sobre a interdição. Com isso, o Fluminense seria o único prejudicado, já que precisaria realocar três partidas: duas pelo Brasileirão, contra Grêmio (23/9) e Paraná (6/10), e uma pelas oitavas de final Sul-Americana, contra o Deportivo Cuenca (4/10). Esta última foi acordado que o local será aberto para o jogo.

O Flamengo escapa de problemas porque o jogo de 23 de setembro, contra o Atlético-MG, já tem venda de ingressos em curso e é a exceção no pedido de interdição da Greenleaf.

O camisa 10 do Flamengo disse que a empresa só tomou uma atitude após imagens na TV mostrarem as péssimas condições do gramado.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget