Diego e Réver são os destaques do Flamengo contra o Corinthians

LANCE: O Flamengo até pressionou, mas não conseguiu encontrar o gol no primeiro duelo da semifinal da Copa do Brasil. Melhor para a estratégia do Corinthians, que veio ao Maracanã para manter o placar zerado. Diego e Réver receberam as maiores notas, e Vitinho e Uribe não conseguiram protagonismo no ataque.

Confira, na sequência, as notas do LANCE!
Por Alexandre Araújo

6,0 - Diego Alves - Foi quase um espectador em campo. O goleiro rubro-negro foi muito pouco exigido, principalmente no segundo tempo.

6,0 - Rodinei - Conseguiu apoiar o ataque e até fez Cássio realizar uma defesa, mas em alguns lances não tomou a melhor decisão.

Diego, do Flamengo - Foto: Staff Images
6,0 - Léo Duarte - Assim como o companheiro de zaga, o jovem teve atuação segura e evitou que Diego Alves tivesse trabalho.

7,0 - Réver - Deu uma “pixotada” no primeiro tempo, mas sem perigo. Teve atuação segura e deu trabalho também nas bolas aéreas ofensivas.

6,0 - Renê - Mesmo preso a uma função mais defensiva, conseguiu cumprir bem o papel e ajudou o time também na frente.

6,5 - Cuéllar - Começou meio desatento, mas logo conseguiu entrar na partida e ajudar no andamento do meio de campo rubro-negro.

6,5 - Lucas Paquetá - Foi bem. Trocou alguns passes no meio e arriscou finalizações perigosas. Porém, acusou o desgaste e caiu de rendimento.

7,0 - Diego - Um dos melhores em campo, Fez bem o papel do “box to box“, como gostam de dizer no futebol moderno.

6,5 - Éverton Ribeiro - Com Rodinei e Diego, criou boas tramas no setor ofensivo. Colocou companheiros em boas situações em mais de uma oportunidade.

5,5 - Vitinho - Esteve bem no primeiro tempo. Quando foi ao fundo, criou boas chances. Mas, na etapa final, não foi efetivo. Saiu vaiado.

5,0 - Uribe -Não esteve em uma boa noite. Brigou, se movimentou e até fez um bom pivô para Vitinho em uma jogada, mas não foi suficiente.

6,0 - Lincoln - Movimentou-se, deu certo trabalho na área e até tentou um lance de efeito, mas o gol acabou não saindo.

6,0 - Willian Arão - Caindo um pouco mais pela direita, trocou alguns passes com Rodinei e tentou um chute. Atuação na média.

6,0 - Henrique Dourado - Entrou para ser uma presença constante na área, mas acabou esbarrando na forte marcação adversária.

6,0 - Maurício Barbieri - Fez as mudanças que poderia para tentar mudar o rumo da partida. O empate em casa, porém, acaba pensando em uma avaliação.

Diego e Réver receberam as maiores notas, e Vitinho e Uribe não conseguiram protagonismo no ataque.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget