Dourado e Marlos são eleitos os piores de Flamengo x Ceará

LANCE: O Flamengo foi surpreendido pelo Ceará na manhã deste domingo, em pleno Maracanã lotado. Os destaques da partida ficam por conta do goleiro do Vozão Éverson e o atacante Leandro Carvalho, autor do gol da vitória. Já o rubro-negro não mostrou inspiração em todos os setores. O destaque negativo fica por conta da avaliação do atacante Marlos Moreno.

Confira as notas

DIEGO ALVES - 6,5: Não teve culpa no gol. Foi providencial ao fazer defesas, em especial em conclusões na etapa inicial.

PARÁ - 4,5: Não mudou o panorama da lateral direita do Flamengo. Foi pouquíssimo efetivo no apoio ao ataque.

Marlos Moreno no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
RÉVER - 4,5: Permitiu que Leandro Carvalho tivesse espaço para marcar o gol da vitória do Vozão. Partida oscilante.

RHODOLFO - 5,5: Teve trabalho para conter o ímpeto adversário em alguns momentos. Nas jogadas aéreas, foi pouco eficaz.

RENÊ - 5,0: Embora tenha apoiado o ataque com mais frequência, abusou dos chuveirinhos. Pecou nos cruzamentos.

PIRIS DA MOTTA - 6,0: Foi bem na proteção à defesa do Flamengo. Ajudou a fazer bem a ligação entre a zaga e o setor ofensivo.

LUCAS PAQUETÁ - 5,5: Esbanjou vontade, mas esteve pouco inspirado. Pecou nas finalizações e cobrou falta frontal de maneira bisonha.

DIEGO - 4,5: Quase marcou um gol olímpico e chegou a ter um gol anulado. Porém, a lentidão foi a tônica dos seus 90 minutos.

EVERTON RIBEIRO - 5,0: Buscou jogadas, mas não soube dar velocidade ao setor ofensivo do Flamengo. Caiu de ritmo na etapa final.

MARLOS MORENO - 3,5: Brigou com a bola e recorreu a dribles sem objetividade quando tentou jogadas. Saiu sob vaias.

HENRIQUE DOURADO - 4,0: Teve um início promissor, mas, aos poucos, foi sumindo entre os zagueiros. Levou cartão amarelo bobo.

VITINHO - 4,5: Entrou e manteve a toada de erros de passe do setor ofensivo rubro-negro. Tomou decisões erradas ao criar jogadas.

LINCOLN - 5,0: Não soube transformar o ímpeto do Flamengo em jogadas mais efetivas com sua entrada.

URIBE - 4,5: Entrou para o "abafa" e não conseguiu ter chances claras para marcar. Continua devendo.

MAURÍCIO BARBIERI - 4,0: O Flamengo teve mais posse de bola, mas penou para criar oportunidades. A defesa ainda traz hesitações.

EM ALTA: Éverson foi crucial para o Ceará obter os três pontos. Seguro, o goleiro fez defesas difíceis, em especial em conclusões de longe. Autor do gol da vitória, o oportunista Leandro Carvalho já se mostrou uma boa válvula de escape durante toda a partida. Ele e Quixadá deram perigo com frequência nos contra-ataques. Os zagueiros Tiago Alves e Luiz Otávio também renderam bem.

EM BAIXA: Edinho teve um desempenho instável no duelo do Maracanã. Em alguns momentos, o volante esbarrou em suas limitações e abusou das faltas. Outro jogador que ficou devendo foi Samuel Xavier. O lateral-direito não teve a mesma força para fazer o apoio ao ataque do Ceará. Já na marcação, ele deixou espaços, mas Marlos Moreno e Vitinho não aproveitaram.

Marlos Moreno brigou com a bola e recorreu a dribles sem objetividade quando tentou jogadas. Saiu sob vaias.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget