Em 10 jogos no Mané Garrincha, Vasco venceu apenas 1

JORNAL DE BRASÍLIA: O Mané Garrincha vai estar lotado para o Clássico dos Milhões entre Vasco x Flamengo, amanhã, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro. Mandante da partida, essa seria uma vantagem importante para o cruz-maltino. Só que além de estar em crise – vem de quatro derrotas seguidas no torneio – e, muito provavelmente, a presença de rubro-negros ser maior nas arquibancadas, o time de Alberto Valentim encara um péssimo retrospecto quando joga em Brasília.

A turma de São Januário fez 10 jogos na capital federal desde a reinauguração do estádio Mané Garrincha, em 2013. No total foram quatro derrotas, cinco empates e apenas uma vitória. Isso representa um aproveitamento pífio de 26,6%, com 10 gols marcados, 17 sofridos e um saldo negativo de sete.

Foto: Divulgação
O único triunfo cruz-maltino no Distrito Federal foi o 2 x 0 contra o Vila Nova, na Série B do Brasileiro de 2016. Na época, os dois gols de Nenê, hoje no São Paulo, fizeram o Vasco alcançar a marca de 30 jogos de invencibilidade e o time liderava com folga a Segunda Divisão.

Diante das temporadas ruins do Vasco nos últimos anos, o número de técnicos que vieram à capital federal também é grande: Dorival Júnior, Adilson Batista, Joel Santana, Celso Roth, Milton Mendes e Jorginho.

Se os resultados não são bons, o apoio dos torcedores candangos é ainda pior, quando se leva em consideração que o Mané Garrincha tem capacidade para 60 mil pessoas. A média de público do Vasco em Brasília é de 26 mil presentes.

O número cresce, principalmente, por causa de quatro clássicos contra o Flamengo, rival de amanhã, e outras duas partidas diante do Corinthians. Nesses seis jogos, o público foi superior a 20 mil pessoas. Olhando apenas para as partidas contra Atlético-GO, São Paulo e Vila Nova (duas vezes), a média cai para pouco mais de 10 mil torcedores.

Chegada silenciosa

Devido a recentes protestos da torcida por conta dos maus resultados, a diretoria do Vasco evitou divulgar em seu site oficial informações sobre quando o elenco carioca desembarcaria em Brasília. O resultado foi uma chegada tranquila à capital federal, por volta das 10h30 da manhã de ontem.

Fla muda a chave e pensa no clássico

Com todas as atenções voltadas para o clássico contra o Vasco, amanhã, no estádio Mané Garrincha, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro, o elenco do Flamengo se reapresentou ontem. O time desembarca hoje à tarde em Brasília.

Os atletas que iniciaram o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil contra o Corinthians (0 x 0), na última quarta-feira, realizaram apenas treinos regenerativos. Os trabalhos aconteceram na academia do Ninho do Urubu e foram comandados pelo preparador físico Roberto Oliveira.

Os demais jogadores do elenco rubro-negro começaram os trabalhos no Campo 5 com o aquecimento comandado pelos preparadores físicos Diogo Linhares e Fábio Eiras. A primeira parte do treino com bola não pôde ser registrada pela imprensa.

Na sequência das movimentações, o técnico Mauricio Barbieri comandou uma atividade em espaço reduzido. O atacante Lincoln foi um dos destaques e teve bom desempenho durante o trabalho. Outro que se apresentou bem foi o zagueiro Matheus Thuler.

Saiba mais

– Com portões fechados para a imprensa, o Vasco treinou ontem à tarde no estádio Bezerrão, no Gama.

– Pressionado no cargo e com risco de demissão em caso de mais uma derrota, Alberto Valentim tem três desfalques para o clássico: Desábato e Yago Pikachu estão suspensos e Wagner rescindiu seu contrato na justiça. Em compensação, Leandro Castan está recuperado e deve jogar.

– Antes do treino, os jogadores e membros da comissão técnica fizeram uma homenagem a Isaque Soares Souza, de 14 anos, ex-atleta do futebol de base do clube, que morreu na madrugada, no Rio, vítima de câncer ósseo.

– Menos de 10 mil ingressos ainda estão disponíveis para os torcedores, todos no setor superior. O preço dos bilhetes nessa área do estádio é R$ 50 (meia-entrada).

– A abertura dos portões será amanhã, às 15h, e a organização da partida pede ao torcedor que chegue cedo ao estádio para evitar as filas.

Isso representa um aproveitamento pífio de 26,6%, com 10 gols marcados, 17 sofridos e um saldo negativo de sete.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget