Fagner reclama de futebol chato: "Deixa pra jogar dentro de campo"

MEU TIMÃO: Fagner era um dos jogadores mais felizes e satisfeitos após o empate sem gols do Corinthians diante do Flamengo, no Maracanã. Ausente nos últimos três jogos (Atlético-MG, Ceará e Palmeiras) devido à lesão muscular, o lateral-direito voltou à equipe e aguentou em campo por 76 minutos.

“Primeiro que fico feliz de poder ter ajudado de alguma forma, todo meu sacrifício valeu a pena, de ter saído daqui com o empate e poder decidir na nossa casa, junto do nosso torcedor. Tenho certeza que eles vão lotar a Arena, nos incentivar os 90 e poucos minutos que vamos ter pela frente para podermos sair com a classificação”, afirmou o jogador.

Fagner e Vitinho em Flamengo x Corinthians - Foto: Buda Mendes/Getty Images
O lateral-direito foi um dos principais personagens desse primeiro jogo. Com previsão inicial para atuar entre três a quatro semanas, Fagner conseguiu voltar bem antes, para a bronca generalizada dos dirigentes do Flamengo, inconformados de ver Paquetá na Seleção Brasileira enquanto o corinthiano foi cortado e permaneceu no Brasil. O departamento médico do Corinthians precisou, inclusive, divulgar o laudo do exame de ressonância magnética para provar a lesão muscular.

Após o jogo no Rio de Janeiro, o camisa 23 pediu que o futebol fique menos chato fora das quatro linhas e ressaltou o período de recuperação.

“Eu tava única e exclusivamente pensando na minha recuperação, em ajudar minha equipe. Muito se fala, mas ninguém sabe do que o jogador passa quando se lesiona. O tempo que leva de dor, dias que o cara fica lá de manhã, de tarde, tentando se recuperar. Não é à toa que o Corinthians tem um dos melhores treinos de excelência em recuperação, tanto é que vários jogadores de fora do país vão lá para se recuperar”, afirmou Fagner.

“Não só teve o problema da lesão, tanto que sai do jogo hoje por desgaste, desconforto… então temos que deixar o futebol um pouco menos chato, deixar pra jogar dentro de campo. Muitas coisas são faladas antes, na véspera, para pressão. É uma prova de que tudo que aconteceu foi demonstrado dentro de campo, tanto que eu não tinha condição de jogar os 90 minutos, mas de todas as formas, tentei ajudar minha equipe”, completou.

, Fagner conseguiu voltar bem antes, para a bronca generalizada dos dirigentes do Flamengo, inconformados de ver Paquetá na Seleção.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget