Flamengo é favorito para final contra a KaBuM no CBLoL

ESPN: Neste sábado (8) o novo campeão brasileiro de League of Legends será conhecido. A equipe que representará o Brasil na edição deste ano do Campeonato Mundial sairá do confronto entre KaBuM e Flamengo eSports.

Que os dois times chegaram no duelo final porque foram os melhores durante toda a segunda etapa do Campeonato Brasileiro (CBLoL) é indiscutível. Mas numa comparação entre as duas, qual é a melhor? Para saber essa resposta, o ESPN Esports Brasil foi atrás de quem jogou contra a atual campeã e o Rubro-Negro.

Foto: Divulgação
A Reportagem conversou com jogadores e treinadores de CNB e-Sports Club, Vivo Keyd, INTZ e RPG Gaming para traçar um Raio-X do duelo, com os entrevistados opinando sobre quem são os melhores jogadores rota por rota e qual dos finalistas tem o melhor jogo em equipe.

FLAMENGO 5 - 3 KABUM

Cinco dois oito entrevistados pelo ESPN Esports Brasil veem o Flamengo superior à KaBuM.

Para o treinador da INTZ, Lucas “Maestro” Pierre, “essa é uma final bastante justa e com muito equilíbrio”, e “qualquer lado pode vencer se tiver melhor leitura do adversário”. O Intrépido acredita “que o Flamengo vem em um momento de crescida e constância, o que pode ser essencial para a decisão”. “Apesar da KaBuM ter seus característicos pontos fortes, vejo o Flamengo com mais opções de condições de vitória”, finaliza

Quem também aposta no Rubro-Negro é o atirador da RPG, Matheus “Sarkis” Guimarães. "Acho que o Flamengo vai levar esse título do CBLoL e meus motivos são que eles possuem uma união no jogo muito boa e parecem sempre estar na mesma página. Aproveito para dizer que eles iriam nos representar muito bem lá fora".

O treinador da Vivo Keyd, Hugo “Galfi” Augusto, é um dos que apostam na KaBuM. De acordo com o comandante dos Guerreiros, a equipe vencerá a final “com uma margem estreita”. “Penso que a KaBuM é, realmente, um time, pelo menos dentro de Summoner’s Rift, e demonstraram ao longo da etapa que cada jogador ali sabe bem qual papel precisa preencher. Mesmo que às vezes pequem na execução de algumas jogadas, a sua consciência coletiva é o que os guia e faz deles um time muito inteligente e flexível”, analisa.

O suporte reserva da INTZ, Antonio “Maynah” Maynah, vê “a KaBuM como um time superior por conta da forma que eles jogam ser bastante forte contra o Flamengo”. De acordo com o jogador, a “KaBuM joga de uma forma bem parecida com o cenário coreano, onde tudo é feito metodicamente e no seu tempo, respeitando as pressões e movimentações do mapa”. “Caso a KaBuM esteja com o foco em dia, não vejo eles tomando as jogadas no meio que o Flamengo é tão famoso por fazer, anulando assim a maior força Rubro-Negra. Caso o Flamengo venha da mesma forma que jogou toda a etapa, a KaBuM provavelmente levará a melhor nessa final”, finaliza.

JISU 8 - 0 ZANTINS

Se quando o Flamengo disputou o Circuito Desafiante, no primeiro semestre deste ano, o sul-coreano Park “Jisu” Jin-cheol foi bastante contestado, na liga profissional o cenário mudou e o topo se tornou uma das peças fundamentais para a boa campanha do Rubro-Negro. O jogador foi a escolha de todos os entrevistados no duelo da rota superior contra Lucas “Zantins” Zanqueta.

O treinador da RPG Gaming, Erick Cardoso, acredita que “Jisu seja melhor que Zantins atualmente”: “o coreano melhorou muito entre a primeira e segunda etapa e, inclusive, acredito que a entrada de Shrimp tenha ajudado muito nessa melhora”.

Para o caçador da Vivo Keyd, Gabriel “Revolta” Henud, “Jisu é um jogador que recebe pouco mérito pelo tanto de atributos que ele tem e pelo tanto de coisas que ele faz pelo time”. O jogador acredita, porém, “que a diferença entre o sul-coreano e o Zantins não seja grande”.

Direto, o meio da CNB, Rafael “Rakin” Knittel, elege Jisu melhor que Zantins “porque o coreano demonstrou ser um jogador que, mesmo na desvantagem, consegue ser dominante”.

SHRIMP 6 - 1 RANGER

A selva é outra posição que, na opinião dos entrevistados, o Flamengo leva vantagem sobre a KaBuM. O comandante Blumer, Jimmy Harrison, foi o único que apostou no caçador da KaBuM, Filipe “Ranger” Brombilla, enquanto Revolta não vê tanta diferença entre ele e Lee “Shrimp” Byeong-hoon.

O duelo entre os caçadores “é onde fica mais complicado” para Revolta. “Por um lado, o Shrimp é um dos melhores jogadores individualmente falando do CBLoL, enquanto no outro temos o Ranger, que, para mim, é o melhor caçador brasileiro. Ambos são os melhores da posição, com características completamente diferentes”.

Segundo Jimmy, o confronto entre os caçadores “é o mais interessante desta série”. “Shrimp é um jogador mecanicamente muito forte, enquanto os pontos fortes de Ranger são em rastrear e ler o que o caçador oponente está fazendo”, analisa. O comandante Blumer relembra ainda que “Shrimp não teve um bom desempenho na América do Norte porque era fácil de ser lido”.

Apesar de estar “entre as pessoas que se surpreendeu positivamente com a campanha que o Ranger vem fazendo em 2018”, Maestro prefere ficar com Shrimp: “a dupla de coreanos do Rubro-Negro é a espinha dorsal de como a equipe vence os jogos. O Shrimp é, no momento, o melhor caçador desse confronto e, possivelmente, do País”.

O comandante Intrépido ainda faz uma pequena comparação entre o coreano do Flamengo e o compatriota Lee “Chaser” Sang-hyun: “diferente de seu conterrâneo que jogou na Red Canids, ele possui um bom protagonismo e bastante proatividade”".

GOKU 1 - 7 DYNQUEDO

Matheus “Dynquedo” Rossini é o “campeão” no duelo entre aqueles que atuam na rota do meio. Sete dos entrevistados elegeram o jogador da KaBuM, enquanto Galfi foi o único que apostou em Bruno “Goku” Miyaguchi

“Goku reencontrou sua boa fase no Flamengo”, aponta o treinador da Keyd. “É um jogador sólido, com boa fase de rotas e que assume a responsabilidade de DPS quando a equipe precisa. É versátil e se dispõe a preencher os espaços que o Flamengo precisa. Caminha para se tornar um meio completo”, analisa.

Dono da posição na CNB, Rakin, sabe muito bem sobre Goku e Dynquedo. O Blumer vê o jogador da KaBuM sendo superior porque “é o núcleo da equipe junto com o Ranger para ditar o ritmo no início das partidas”.

Sem muitas palavras, Erick Cardoso diz que “Dynquedo é melhor que o Goku”. O comandante da RPG Gaming afirma ainda que “Dynquedo é o melhor meio brasileiro na atualidade”.

BRTT 5 - 2 TITAN

No duelo entre “pai e o filho”, Felipe “brTT” Gonçalves é aposta de cinco dos entrevistados. Sarkis e Galfi foram os que ficaram com Alexandre “TitaN” Lima, enquanto Jimmy quem vê tudo “empatado” entre os atiradores.

Para o treinador da CNB “os atiradores são os grandes nomes desta série”. Jimmy vê os jogadores de KaBuM e Flamengo com “impacto mecânico similar”. “Se TitaN consegue seu conforto ou obtém sucesso com os magos, dou a ele a vantagem. Mas se a KaBuM não puder punir as escolhas de scaling de brTT, sou a favor de sua habilidade em atuar no final do jogo”, analisa.

Sarkis vê TitaN entrando “melhor para essa final pelo fato de ele sempre usar muito bem os recursos na mão dele, até mais que o brTT”.

“Ambos estão numa fase muito boa, mas fico com o brTT nessa”, afirma Revolta. O caçador da Keyd acredita que “a experiência e o impacto positivo em questão de atmosfera de time” que o jogador do Flamengo “traz para o conjunto impacte mais do que as incríveis jogadas que o TitaN consegue exercer”.

RIYEV 5 - 2 ESA

O duelo entre os suportes é mais um que a KaBuM leva vantagem sobre o Flamengo. Cinco dos entrevistados apostaram em Marcelo “Riyev” Carrara, enquanto os demais ficaram com André “esA” Pavezzi.

Maynah aponta que “a disputa entre esses dois também é bastante interessante”. “Vejo Riyev como um suporte mais completo no geral, mas ao mesmo tempo não vejo esA tão atrás”. De acordo com o Intrépido, o suporte Rubro-Negro “tem um controle de visão melhor para o início das partidas”, enquanto o Alaranjado “controla melhor a metade e o final do jogo”.

O jogador do Flamengo “é a escolha óbvia” para Jimmy. “Do meu ponto de vista, esA é muito focado no draft e no início de jogo. Ele joga melhor mesmo quando escolhe um campeão quando não sabe o que vai enfrentar e quando é ‘counterado’, o que dá ao Flamengo uma vantagem na rota inferior”.

Cinco dois oito entrevistados pelo ESPN Esports Brasil veem o Flamengo superior à KaBuM.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget