Flamengo não consegue aprender com seus erros

ESPN FC: Por João Luis Jr.

Perder é do jogo. Ninguém consegue vencer todas, todo mundo que compete vive o risco da derrota, muitas vezes é no fracasso de hoje que se aprende o caminho pras vitórias de amanhã.

O azar também é um fator da vida. Em dados momentos por mais que você se esforce o resultado não vem, por mais que você faça seu máximo as coisas não saem como o planejado, por mais que você mereça o sucesso apenas escapa das suas mãos por fatores alheios à sua capacidade.

Foto: Divulgação
Mas nenhuma dessas explicações pode, de maneira alguma descrever o que vem acontecendo com o Flamengo. Porque o Flamengo não vem, de nenhum jeito, aprendendo com seus erros ou perdendo por se arriscar. O Flamengo não vem, em hipótese nenhuma, se esforçando pelos resultados. O Flamengo não vem, em absolutamente qualquer nível de análise, dando seu máximo. E claro, o Flamengo não vem, como qualquer torcedor pode observar, merecendo qualquer tipo de sucesso.

O que o Flamengo vem fazendo é, cada dia mais, se acostumar com a vergonha, se afeiçoar ao ridículo, colocar a derrota salva nos favoritos do navegador, num processo de naturalização do fracasso tão grande que passa a impressão de que o objetivo nem é mais a vitória e enquanto os outros times treinam chutes, passes, cruzamentos, os atletas da Gávea treinam entrevistas justificando o mau resultado, falas de apoio ao treinador, declarações sobre como apesar do resultado “tivemos mais posse de bola e fomos superiores”.

Sim, porque mais uma vez o Flamengo fez aquilo que vem fazendo melhor e não mediu esforços para garantir o resultado negativo. O adversário era mais fraco tecnicamente? Vamos dar espaço e falhar na marcação até igualar a partida. O outro time mesmo dentro de casa permite que tenhamos mais posse de bola? Vamos usar essa posse de bola de maneira caótica para garantir que ela não vai gerar chances de gol pra gente. O resultado é mais uma desclassificação em mata-mata, mais uma vez de maneira deprimente, mais uma vez após ser incapaz de fazer o resultado dentro de casa e cometer vacilos infantis fora dela.

Porque perder é do jogo, claro. Mas perder sistematicamente durante cinco anos diante de equipes menos qualificadas e se mostrando incapaz de tirar disso qualquer lição que possa impedir que a situação se repita não é do jogo e quando se trata de Flamengo jamais poderia ser. E não vai ter entrevista otimista de técnico, declaração contemporizadora de presidente ou discurso ensaiado de jogador que possa mudar isso.

O Brasileirão agora é obrigação? Na teoria seria, já que fomos eliminados pateticamente tanto na Libertadores quanto na Copa do Brasil. Mas depois de jogos como o de hoje e da frequência com que eles seguem se repetindo, a sensação é que, para esse time atual do Flamengo a única obrigação que existe é buscar sempre novas formas de decepcionar a torcida, envergonhar o clube, testar os limites da nossa esperança.

Sim, porque mais uma vez o Flamengo fez aquilo que vem fazendo melhor e não mediu esforços para garantir o resultado negativo.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget