Flamengo não consegue ser grande contra um Corinthians pequeno

BRUNO VOLOCH: Jair Ventura venceu o primeiro duelo contra Mauricio Barbieri no Maracanã.

Ciente das limitações do Corinthians e da fragilidade técnica do time, jogou como time pequeno. Entrou em campo para não perder e conseguiu.

Não dá para criticar o esquema de Jair Ventura que teve o mérito de enxergar em pouco tempo até onde o Corinthians consegue ir.

Quem poderia e deveria ter ido além é o Flamengo.

Barbieri em tese colocou para jogar o que tinha de melhor. Aliás, o que considera melhor, o que convenhamos não é garantia de nada.

O Flamengo sofre e continua incompetente nas finalizações.

Renê e Fagner em Flamengo x Corinthians - Foto: Buda Mendes/Getty Images
Jogar a responsabilidade em cima do pobre do Uribe é covardia. A bola não chega e o esquema não favorece nenhum atacante. Dourado e Lincoln entraram e nada mudou.

O time de Barbieri não tem organização e joga na base do oba-oba.

Os laterais são extremamente limitados. Paquetá seria mais útil se jogasse adiantado e não como segundo ou terceiro volante. Vitinho não disse ao que veio e suas atuações tem sido tão ou mais decepcionantes que a do possante Uribe.

Diego não decide e Everton Ribeiro continua sendo o cara mais lúcido.

A torcida do Corinthians deixou o estádio comemorando o empate. Acontece que para ser finalista da Copa do Brasil o time terá que mudar a postura em casa e ser bem mais agressivo.

Por incrível que possa parecer, ainda pode dar Flamengo.

Diego não decide e Everton Ribeiro continua sendo o cara mais lúcido.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget