Flamengo nega que Bandeira tenha feito funcionária chorar

SITE OFICIAL DO FLAMENGO: O Clube de Regatas do Flamengo vem a público repudiar boatos espalhados nas redes sociais dando conta de que, na última sexta-feira, durante reunião que avaliava o processo de registro das chapas que concorrerão às eleições do clube em dezembro, o presidente Eduardo Bandeira de Mello teria intimidado e ofendido a funcionária Francisca Freire, a Chiquinha, gerente dos conselhos Deliberativo, de Administração, de Grandes Beneméritos e da Assembleia Geral do clube.

Trata-se de notícia falsa, que está sendo utilizada com fins eleitoreiros. No episódio que acabou distorcido, o presidente tranquilizou a funcionária e a informou que poderia realizar seu trabalho sem se intimidar com pressões de quem quer que fosse.

Foto: Screenshot / Twitter
O Flamengo defende o profissionalismo, estima e agradece o empenho de todos os funcionários que se dedicam diariamente a suas funções. Caso de Chiquinha, que é ex-atleta e sócia laureada e há 26 anos defende as cores rubro-negras com talento e amor, sendo querida e respeitada por todos.

Por fim, o Flamengo entende que profissionais do clube não podem ter seus nomes usados como ferramenta política em período eleitoral.

Eduardo Bandeira de Mello teria intimidado e ofendido a funcionária Francisca Freire, a Chiquinha, gerente dos conselhos Deliberativo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget