Flamengo vence fácil primeiro jogo da final do Carioca de Basquete

GLOBO ESPORTE: Num ginásio Tijuca Tênis Clube pulsante, Flamengo e Botafogo escreveram nessa terça-feira o primeiro capítulo da grande decisão do Campeonato Carioca de basquete. Com um sistema defensivo sufocante nos dois primeiros quartos e um jogo muito coletivo, o time da Gávea passou bem pelo rival alvinegro, vencendo por 88 a 69. Cinco jogadores do Fla tiveram pelo menos 10 pontos. Um roteiro bem diferente dos dois jogos entre as equipes pela fase de classificação, em que o equilíbrio foi a tônica.

Os destaques foram Marquinhos, com 16 pontos e 4 rebotes, e David Nesbitt, com 12 pontos e 8 importantes rebotes, que impulsionaram a decolagem rubro-negra no último quarto. Com o resultado, o Flamengo fica a um passo de reafirmar sua hegemonia no basquete carioca podendo conquistar já na quinta-feira, seu décimo terceiro título estadual de forma invicta. A partida será no Ginásio Oscar Zelaya, às 20h.

Foto: Gilvan de Souza
- A gente começou o jogo muito bem, mas no terceiro quarto os caras encostaram no jogo, um jogo muito físico. É assim que é bom. É decisão, tem que ser assim, mas ainda bem que a gente conseguiu manter a tranquilidade e ganhar o jogo no final - disse Anderson Varejão ao fim da partida.

O jogo

1º Quarto - Franco Balbi rege o ataque rubro-negro
Com o time completo e sem desfalques pela pimeira vez na competição, o Flamengo teve um início de jogo assertivo no ataque. Quem puxou a fila da produção no setor foi Anderson Varejão, que não foi muito incomodado no garrafão. Grata surpresa do campeonato, o Botafogo respondeu com o pivô Ralfi Ansaloni e o ala-pivô Spencer. Se no garrafão havia equilíbrio das ações, o diferencial do Flamengo no primeiro quarto foi a saída em transição, com Marquinhos e Franco Balbi constantemente gerando perigo para o adversário. Embora tenha mostrado agressividade na defesa em todo o período, o Glorioso encontrou dificuldades para neutralizar a boa distribuição de jogo de Franco Balbi. Com um jogo muito forte na defesa, o time da Gávea foi para o quarto seguinte vencendo por 24 a 13.

2º Quarto - Defesa do Fla gera festival de erros do Bota
Cestinha do Fla no primeiro período com 7 pontos, Marquinhos seguiu muito ativo no início quarto seguinte. O Flamengo investiu ainda mais em um jogo rápido, com os armadores Davi Rossetto e Franco Balbi ao mesmo tempo na quadra. O Botafogo parecia completamente dominado, sem demonstrar poder de reação diante do ótimo trabalho defensivo do rival. Com marcação muito forte, o Fla obrigava o adversário a seleções de arremesso ruins. Com duas bolas para três pontos e uma ponte aérea na mesma sequência, o Fla abria 23 pontos de diferença. Na ida para o intrvalo, vitória para o mandante por 42 a 21.

No fim do segundo período, um susto para o Botafogo. O armador Jamaal tentou uma infiltração e sofreu um choque com Olivinha, que caiu sobre o jogador do Bota. Jamaal sangrou muito na orelha após bater com a cabeça na quadra. Instantes depois de um pronto atendimento, o armador saiu de quadra na maca. Ele voltou no fim do terceiro período.

3º Quarto - Varejão perde a cabeça e Bota reage
O Botafogo começou o período fazendo pressão na armação do Fla, sem grandes frutos e com algumas faltas cometidas. Varejão e Marquinhos seguiram eficientes no ataque, fazendo com que a vantagem construída no primeiro tempo fosse mantida na casa dos 20 pontos. O ex-pivô do Cleveland Cavaliers, no entanto, perdeu a cabeça em um enrosco com Ansaloni, empurrando o adversário. Pela atitude, recebeu uma falta técnica e o Botafogo aproveitou para esboçar uma pequena reação. Marquinhos, com um toco seguido de uma cravada desmoralizante, levantou a torcida e deu a entender que o mandante estava nos trilhos. Mas ao fim do quarto, o Bota havia diminuído a diferença para 11 pontos, 59 a 48, depois de um festival de bolas de três de parte a parte.

4º Quarto - Balbi, Nesbitt e Varejão "encomendam" vitória do Fla
Com uma cravada do pivô Maike, o Botafogo começou o último quarto de forma muito intensa. Gustavo De Conti lançou mão então, de uma formação mais rápida com Deryk e Balbi em quadra. Mas foi Varejão quem se agigantou, com importantes rebotes ofensivos e um toco que inflamou a torcida. Franco Balbi, na sequência, fez uma bandeja sofrendo a falta. O Flamengo retomava o controle do jogo, encaminhando a vitória. David Nesbitt também teve um grande segundo tempo. No fim, vitória rubro-negra por 88 a 69.

Cinco jogadores do Fla tiveram pelo menos 10 pontos.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget