Landim promete conversa do Flamengo com Ferj, CBF e Conmebol

COLUNA DO FLAMENGO: Na última sexta (14), Rodolfo Landim, candidato à presidência do Flamengo, concedeu entrevista ao Blog Ser Flamengo, para falar sobre seus planejamentos para o clube. Uma das primeiras questões levantadas por Tulio Rodrigues, entrevistador, foi sobre a relação conturbada do clube com as entidades responsáveis pelas competições que o Fla participa, sobretudo, FERJ e CBF. Em sua resposta, Landim deu sua visão dos fatos e explicou como pretende melhorar a relação do Rubro-Negro com os órgãos em questão.

— O Flamengo é o maior clube do Brasil, a gente tem que entender isso. O maior clube do Brasil não pode deixar de falar com a federação carioca (FERJ), com a CBF, nem com a Conmebol. O Flamengo não só não pode deixar de falar, como ele tem que ser o líder do processo de transformação que venha a ocorrer no futebol. Como vamos fazer isso se não nos relacionarmos com as entidades representativas no futebol? É impossível.

Foto: Divulgação
— Então, essas polêmicas recentes acabam sendo reflexo da falta de contato que o Flamengo tem com essas entidades. O Fla, ultimamente, só se dirige às federações para reclamar. O Flamengo não é time de chororô. Mas é muito difícil ser ouvido quando você só vai lá para reclamar… É o relacionamento do dia a dia. Não estou querendo dizer que precisamos gostar dos que estão lá (no comando). Não precisa ser amigo de quem está lá, mas profissionalmente é necessário. Você não pode simplesmente, pelo fato de não gostar delas, prejudicar a instituição que você representa —, disse ele.

Por fim, Landim voltou a ratificar a necessidade da participação nas decisões. Isso porque, em seu ponto de vista, o Flamengo tem influenciado pouco no processo de decisões e, dessa forma, não consegue torná-las favoráveis para o clube. Depois, ele voltou a destacar que pretende tornar o clube da Gávea como o principal responsável por mudanças que beneficiem o futebol.

— Sem essa relação, acontece que você não participa das coisas, as decisões que são tomadas a revelia do Flamengo, quando você precisa intervir, vai ter a má vontade, porque só vai lá para reclamar. Acaba acontecendo isso que está acontecendo atualmente. Não existe a possibilidade de o Flamengo não se relacionar (com as entidades). Além disso, é importante liderar esse processo. A gente tem que entender o tamanho desse clube.

Landim deu sua visão dos fatos e explicou como pretende melhorar a relação do Flamengo com os órgãos em questão.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget