Maior contratação da história do Fla completa um mês sem gol

UOL: Internacional e Flamengo fazem um dos duelos mais esperados da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os times jogam pela vice-liderança, às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira (5), no Beira-Rio. A disputa entre os dois na perseguição ao São Paulo conta com uma figura central. O atacante Vitinho é o personagem mais esperado do confronto em Porto Alegre. Ele revê o ex-clube após um mês, dez jogos e considerável distância do protagonismo com a camisa rubro-negra.

Maior contratação da história do Flamengo, Vitinho custou cerca de R$ 45 milhões aos cofres cariocas. Até o momento, o rendimento passa muito longe do investimento realizado. Depois de um longo tempo no futebol russo, o atacante sente a readaptação ao Brasil e já admitiu publicamente as dificuldades. Ele ainda não balançou as redes em 607 minutos e atuou apenas uma vez por 90 minutos pelo Rubro-negro.

Vitinho - Foto: Gilvan de Souza
O início de Vitinho é preocupante, mas ele é tratado como uma das estrelas do elenco. Internamente, o rendimento do atacante é considerado natural pelo início. Se espera, no entanto, que o jogador faça a diferença em uma reta final repleta de compromissos decisivos. Afinal de contas, a cobrança para que corresponda ao alto investimento já é nítida na torcida.

"Ele está se adaptando e procuramos usá-lo no melhor momento. Cada um tem o seu tempo. O Vitinho possui todas as condições de nos ajudar para que possamos conquistar os resultados desejados", afirmou o técnico Maurício Barbieri.

Começo semelhante no Inter

Vitinho foi contratado pelo Internacional em janeiro de 2015. Logo na estreia, assinalou dois gols contra o São José-RS, pelo Gauchão. Mas a titularidade não teve sequência. Alternando partidas com momentos no banco ou até fora dele, marcou apenas mais uma vez entre fevereiro e maio.

Era preterido pelo técnico Diego Aguirre por razões de dentro e fora do campo. Primeiro pela dificuldade de recompor o sistema defensivo quando atuava pelos lados e a falta de intensidade para pressionar a saída de bola adversária. Também pelo comportamento displicente em jogos e treinos, somado aos rumores de uma vida desregrada fora do clube.

Tanto que ele só atuou em uma partida inteira pelo Inter em julho, diante do Goiás. Até então, ou entrava no decorrer dos jogos ou era substituído. A titularidade só veio mesmo com a chegada do técnico Argel Fucks, em meados de agosto.

O bom fim de ano, porém, fez o Inter renovar as esperanças e ampliar o empréstimo junto ao CSKA, da Rússia. E, no segundo ano, o atleta conheceu a pior temporada da história do clube.

Vitinho virou expoente, mas em uma equipe despedaçada. O Inter até conquistou o Gauchão no primeiro semestre, chegou a liderar o Brasileiro no início, mas despencou rompendo recordes negativos. Em meio à falência de jogadores antes fundamentais como Valdívia e Sasha, Vitinho sucumbiu, vivendo do brilho esporádico em jogos específicos, como diante do Flamengo, quando fez um dos gols na vitória por 2 a 1 em outubro e despertou o interesse do clube carioca.

O namoro entre o atacante e o clube rubro-negro durou quase dois anos até que a contratação fosse fechada. Os colorados torcem por uma noite apagada do seu ex-jogador. Já os rubro-negros só pensam que chegou a hora de Vitinho brilhar.

Maior contratação da história do Flamengo, Vitinho custou cerca de R$ 45 milhões aos cofres cariocas.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget