Museu Nacional tinha ligação direta com a história do Flamengo

ESPN: Por Mauro Cezar Pereira

Na noite do último domingo, o Museu Nacional do Rio de Janeiro, um dos mais importantes e antigos do país, foi destruído por um incêndio, que aniquilou praticamente todo o acervo de 20 milhões de objetos.

Isso afeta diretamente o Flamengo, já que o clube possui relação direta com o museu através de seu estatuto.

Segundo o Título VI (Das disposições finais), Capítulo I (Das disposições gerais), Artigo 155, caso o time rubro-negro um dia acabe, era no Museu Nacional que sua história ficaria guardada.

"No caso de dissolução do Flamengo, o patrimônio histórico será doado ao Museu Nacional, e o líquido será distribuído, proporcionalmente, entre os associados proprietários", diz o artigo.

Ligação do Museu Nacional  do Rio de Janeiro com o Flamengo - Foto: Reprodução
Na manhã desta segunda-feira, o diretor do museu, Alexandre Kellner, disse que agora os funcionários do local farão um levantamento para saber o que foi perdido no fogo.

"Não vou 'chutar' o que foi perdido. Antes de dar qualquer informação oficial, vamos entrar lá e fazer um levantamento completo", afirmou.

O Museu Nacional foi fundado por Dom João 6º, então rei de Portugal, em 1818, e possuía 5º maior acervo do mundo.

O local, que completou 200 anos recentemente, era referência para pesquisadores de diversas áreas.

Caso um dia o time rubro-negro, era no Museu Nacional do Rio de Janeiro que sua história ficaria guardada.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget