Paquetá me faz acreditar que o Flamengo ainda pode ser campeão

ESPN FC: Por João Luis Jr

Por mais que todo flamenguista tenha vindo ao mundo para acreditar, o Flamengo nos últimos anos parece estar fazendo o que pode para ensinar a nossa torcida a duvidar. Duvidamos que uma equipe com tanto investimento possa obter tão pouco resultado, duvidamos que um time de tanta tradição possa encolher tanto em momentos decisivos, duvidamos que alguém veja Rodinei e Pará treinando e pense “é, tamos bem de lateral, não precisa de mais ninguém”, duvidamos que Vitinho valha 45 milhões de reais a não ser que ele tenha taduado em suas costas um mapa para algum tesouro, como num filme do Nicolas Cage.

Mas por mais esse time venha desde 2013 se esforçando para deixar seus torcedores mais céticos que um filho do Padre Quevedo adotado pelos apresentadores do programa Mythbusters, eu admito que quando vejo Lucas Paquetá em campo eu volto a acreditar.

Lucas Paquetá sorrindo em Flamengo x Atlético-MG - Foto: Pedro Martins
Não que o moleque não tenha defeitos, claro. Ele prende demais a bola, ele confia demais no próprio taco, em dados momentos ele enfeita a jogada como se ela fosse um bolo de festa de 15 anos num desses realities de confeitaria e durante vários momentos dessa temporada ficou bem claro que a atenção da mídia e de Tite tinha subido à cabeça do rapaz e ele atuou bastante abaixo da crítica e do seu próprio potencial.

Só que mesmo nesses defeitos, se você reparar bem, Paquetá demonstra ser absoluta e profundamente Flamengo, de uma maneira que nenhum jogador no time hoje, com a exceção talvez de Cuellar – um homem que dorme de chuteira pro caso de sonhar com futebol e precisar realizar um desarme – parece conseguir.

E Paquetá é muito Flamengo primeiro pelo simples fato de que ele é sim flamenguista e fica clara a felicidade dele em vestir a camisa do clube pelo qual torce. Se alguns jogadores atuam como se o manto fosse um peso, uma bigorna, como se a estrela dourada no peito pesasse a soma da massa atual dos 11 titulares do título mundial contra o Liverpool, Paquetá caminha com o preto e vermelho como se tivesse nascido com a camisa, criado com ela, só tirasse pra tomar banho visando evitar desbotar, como todo titular do Flamengo deveria fazer.

Depois porque o futebol de Paquetá é definitivamente flamenguista, aquela mistura do drible abusado com o carrinho raçudo e a disposição de quem não apenas só vai parar de correr quando o jogo acabar como talvez até siga correndo até em casa depois da partida, como ficou claro contra o Atlético-MG no momento em que Paquetá driblou um, fugiu da porrada de outro, quando o juiz marcou a falta já estava preparando uma ousada e até mesmo caótica lambreta contra um terceiro marcador.

E por fim porque Paquetá parece querer vencer. Num time onde em diversos momentos pareceu existir capacidade mas faltar ambição e em outros pareceu faltar capacidade e ambição mesmo, ter um jogador que não apenas quer vencer como tem a qualidade pra isso chega a ser reconfortante. Paquetá parece querer títulos, parece não se sentir confortável com a derrota, e ainda que isso devesse ser o mínimo para um jogador do Flamengo, na prática é um grande salto num grupo que em dados momentos passa a impressão de ter sido admitido no clube através de concurso público e ter estabilidade no cargo.

Ou seja, por mais que o time não esteja embalado, por mais que saber decidir fora de casa não seja muito comum para o Flamengo atual, são jogadores como Paquetá e Cuéllar, em menor nível até Éverton Ribeiro, Diego e Réver, que deixam a gente acreditar que sim, nessa quarta-feira dá pra vencer, dá pra passar, dá pra classificar. Tende a ser fácil? Não. Vai ser um show de bola? Improvável. Mas enquanto alguém em campo estiver usando preto e vermelho e jogando como um flamenguista, com certeza, por mais complicado que pareça, nós vamos acreditar.

Depois porque o futebol de Paquetá é definitivamente flamenguista, aquela mistura do drible abusado com o carrinho raçudo.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget