Paraná defende venda de mando de campo contra o Flamengo

GAZETA DO POVO: "Em evento para celebrar a posse da Vila Capanema realizado na noite de quarta-feira (26), no Espaço Torres Kennedy, o presidente do Paraná Clube, Leonardo Oliveira, defendeu a “venda” dos mandos de campo do Tricolor na reta final do Brasileirão.

O mandatário justificou que a transferência de jogos para fora de Curitiba traria uma renda maior para o clube e ajudaria a cobrir uma queda no quadro de sócios do Tricolor.

“Alguns conselheiros levantaram essa possibilidade, de ser viável financeiramente o clube operar alguns jogos no interior até para promover a marca, ter uma renda maior e também porque tivemos um decréscimo no número de sócios nos últimos dias”, justificou Oliveira.

Foto: Divulgação
Os últimos cinco jogos como mandante de cada equipe no Brasileirão só podem ser vendidos para o próprio estado do clube. Diante disso, o Paraná estuda transferir suas partidas para o interior do Paraná.

No entanto, a operação defendida pelo presidente não seria de venda de jogos para um eventual parceiro, mas, sim, de que o clube administre os eventos.

“Já existem diversas pessoas fazendo contatos para comprar os jogos, mas nossa ideia não é vender. As propostas que nós recebemos não foram vantajosas”, admitiu.

Na última terça-feira (25) o presidente do Conselho Deliberativo do Paraná, Luiz Carlos Casagrande, o Casinha, comentou a chance de negociação, mas que para isso seria ainda necessária uma aprovação do Conselho.

“Caso seja aprovada a venda, damos essa condição ao presidente Leonardo Oliveira de tentar fazer a venda de jogos, porque hoje a situação é diferente”, afirmou Casinha na ocasião.

Os jogos que podem ser negociados pelo Paraná são as partidas contra Flamengo (30.ª rodada), Vitória (32.ª), Atlético-MG (34.ª), Palmeiras (35.ª) e Internacional (38.ª). A partida com o Vasco (27.ª), que acontece na próxima segunda-feira (1º), na Vila Capanema, poderia ser vendida para outro estado, porém é difícil acreditar que haja alguma alteração com menos de uma semana para o jogo.

No entanto, a operação defendida pelo presidente não seria de venda de jogos para um eventual parceiro, mas, sim, de que o clube administre os eventos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget