Por que jogadores empurraram ambulância? Empresa justifica

SUPER ESPORTES: A empresa responsável pela ambulância que precisou ser empurrada para deixar o campo após atendimento médico no gramado do Mané Garrincha, no último sábado (15/9), afirma que não houve nenhum problema mecânico com o veículo. A médica e diretora da Méd+Aid, Cinthya Telles, afirma que a cena se deveu à chuva que caiu antes do jogo e à preocupação em preservar o gramado.

Ao Correio, a médica diz que a utilização da ambulância em campo de jogo é feita apenas em último caso.

"Sempre nos pedem para não danificar o gramado. Eu estava ao lado do motorista quando ele informou que, se fizesse a ambulância funcionar, iria destruir parte do gramado do estádio. Aí eu pedi para ele não fazer isso”, explica.

Jogadores de Flamengo e Vasco empurrando ambulância - Foto: Pedro Martins
Segundo Cinthya, foi nesse momento que apareceu o zagueiro do Flamengo Rever perguntando se estava tudo certo.

“Nós falamos para ele que era melhor empurrar.” Ainda segundo a diretora, a ambulância é nova, só é utilizada em eventos e tem apenas 40km rodados.

Nesse domingo (16/9), o governador do Distrito Federal e candidato à reeleição, Rodrigo Rollemberg (PSB), fez questão de deixar claro que o serviço não foi prestado pelo GDF.

“A ambulância que não funcionou no jogo Vasco x Flamengo é privada, de uma empresa contratada pela organização do jogo. Não tem nada com o Governo de Brasília. Recebi algumas mensagens sobre o assunto. Sempre é bom esclarecer”, escreveu em uma rede social.

Repercussão mundial

A imagem dos jogadores de Vasco e Flamengo empurrando a ambulância ganhou repercussão no Brasil e no mundo. Além do país inteiro, o vídeo circula nos principais jornais de países como Espanha, Estados Unidos e Inglaterra.

O atendimento médico ocorreu por volta dos 27 minutos do segundo tempo de jogo após o volante do Vasco Bruno Silva se chocar com um companheiro de time. O atleta ficou desacordado, deixando jogadores e torcedores dos dois times aflitos. O atendimento, até a ambulância ser empurrada, levou cerca de 11 minutos.

Ao despertar ainda no gramado, o atleta reclamou de dores nas pernas. Por isso, com o auxílio de médicos de Flamengo e Vasco, os paramédicos enfaixaram a perna direita ali mesmo. "O atleta Bruno Silva sofreu uma concussão com perda da consciência, evoluindo com intensa cefaleia e dor na perna direita. Foram feitos diversos exames, entre eles tomografia computadorizada, e está descartada qualquer lesão", afirmou o médico do Vasco, Marcos Teixeira, no sábado.

Bruno recebeu alta nesse domingo e voltou para o Rio de Janeiro. Vasco e Flamengo empataram por 1 a 1

A cena se deveu à chuva que caiu antes do jogo e à preocupação em preservar o gramado.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget