Por que o Flamengo briga tanto com o dinheiro?

TORCEDORES: Cena de domingo. Maracanã lotado, adversário na penúltima colocação e caça ao líder São Paulo. Era uma rodada à feição para o Flamengo, que encarou o Ceará com a torcida mais que confiante nos três pontos. No fim das contas, tudo deu errado: gol de Leandro Carvalho (atleta do Botafogo), nos acréscimos, e derrota por 1 a 0. E os adversários na disputa pelo título ajudaram, já que o Tricolor paulista empatou, em casa, com o Fluminense, e o Inter também só somou um ponto (fora) contra o Cruzeiro.

FLAMENGO, COMO ENCONTRAR RESPOSTAS PARA A FALTA DE TÍTULOS?

O fracasso na 22ª rodada foi uma entre tantas frustrações que o torcedor rubro-negro tem passado nos últimos anos, um período de vacas gordas no que diz respeito às finanças, contratações de medalhões, reestruturação do clube, mas de poucas taças. Para piorar, o time viveu mais uma temporada de desgosto na Copa Libertadores da América.

Henrique Dourado em Flamengo x Ceará - Foto: Buda Mendes/Getty Images
Apesar de te sobrevivido à primeira fase, um trauma recente do Fla, a queda veio logo em seguida, nas oitavas de final, contra o Cruzeiro. A derrota por 2 a 0, no Maracanã, no duelo de ida, foi determinante para a eliminação. Enquanto o triunfo por 1 a 0, no Mineirão, acabou sendo em vão.

Ricardo Lomba, vice-presidente de futebol do clube e nome escolhido pela situação para disputar as eleições para a vaga do atual mandatário, Eduardo Bandeira de Mello, prometeu uma cobrança forte para a queda acentuada de rendimento do elenco. O dirigente afirmou que uma reunião franca com o grupo visa entender os motivos dos resultados muito abaixo da expectativa.

RAIO-X DOS INVESTIMENTOS DO FLAMENGO (FUTEBOL) ENTRE 2014 E 2018

Dinheiro é o que não tem faltado ao departamento de futebol desde 2014, ano que marca a retomada da reestruturação institucional do Flamengo, que deixou de ser um campeão de endividamento para se tornar um exemplo de gestão. Confira, a seguir, um resumo dos investimentos com atletas de lá para cá.

2014

Com o empréstimo junto ao Doyen de € 3,5 milhões, o Fla anunciou Marcelo Cirino. Foi a primeira grande contratação do clube na gestão Bandeira de Mello.

2015

O balanço de 2015 aponta a cifra de R$ 4,6 milhões em termos de direitos federativos. Porém, nesse ano, chama atenção os R$ 27,2 milhões gastos em direitos de imagem que foram basicamente as luvas pagas a Paolo Guerrero, principal reforço daquela temporada.

2016

Já em 2016, o investimento passou para R$ 39,2 milhões, fruto de uma mudança contábil feita pelo Flamengo no ano anterior – seguindo nova orientação da Apfut e do conselho de contabilidade. Com a nova prática, foi excluída a contabilização de direitos de imagem no intangível da instituição. O grande nome que chegou para vestir o manto rubro-negro foi Diego, que assinou acordo com bases muito parecidas com as de Guerrero.

2017

Um ano para se comemorar, mas somente no que diz respeito às finanças. No balanço publicado sobre as operações de 2017, o Rubro-Negro destacou uma receita recorde e redução significativa da dívida. Puxada pela venda de Vinicius Jr. para o Real Madrid, a arrecadação de R$ 623 milhões é recorde para um clube brasileiro. Com o caixa no azul, foram investidos R$ 64,8 milhões, entre direitos econômicos, luvas e comissões. Quase metade da verba foi na aquisição de Everton Ribeiro, que chegou à Gávea pela bagatela de R$ 31,7 milhões.

2018

Até o momento, o Fla investiu R$ 17,5 milhões em Henrique Dourado, que ainda não justificou o investimento, depois de ter marcado muitos gols com a camisa do Fluminense. Mas o grande negócio, o maior da história do Flamengo, foi a compra de Vitinho junto ao CSKA da Rússia por 10 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões). Além disso, há o valor (não divulgado oficialmente ainda) das luvas nos contratos de Marlos Moreno e Fernando Uribe.

Total: pouco mais de R$ 200 milhões de reais investidos no futebol e apenas dois títulos cariocas, 2014 e 2017.

OPINIÃO: FALTA PULSO FIRME E MENOS OBA-OBA

O Flamengo fez de tudo para trazer o técnico Renato Gaúcho no início da atual temporada, depois de o treinador, que vestiu a camisa do clube como jogador em quatro passagens pela Gávea, sagrar-se campeão da Copa Libertadores da América em 2017 e vice no Mundial de Clubes da FIFA. Uma figura de personalidade e que chama a responsabilidade como Renato poderia ser uma tacada de mestre para resolver a fogueira das vaidades no elenco, que tinha uma não-declarada divisão entre medalhões e joias da base – vide a briga em campo entre Vizeu e Rhodolfo.

A tentativa mais emblemática foi com Muricy. Não deu certo porque o mesmo se aposentou do cargo ao alegar problemas de saúde. Desde então passaram pela beira do gramado Zé Ricardo, Rueda, Carpegiani e, atualmente, mais uma promessa: Maurício Barbieri, que já recebe forte pressão.

Um comandante experiente, com títulos na bagagem e que conte com o respeito do elenco é fundamental. Mas além disso, é preciso definir um projeto. No Grêmio de Renato Portaluppi, a Libertadores foi uma obsessão desde o início da temporada passada, quando todas as outras competições foram colocadas como “plano B”. No Fla, muitas vezes, o oba-oba da imprensa e da torcida com vitórias em clássicos nos Estaduais atrapalhou no quesito foco.

Se clubes como o Palmeiras, Atlético-MG e o próprio Internacional, entre 2006 e 2010, tiveram muito êxito em campo com forte aporte financeiro e resultados quase que imediatos, o mesmo deveria ter acontecido com o Flamengo. Vale lembrar que nos três exemplos citados, Cuca e Abelão fizeram a diferença. Aliás, o ex-técnico do Fluminense está livre no mercado.

Pouco mais de R$ 200 milhões de reais investidos no futebol e apenas dois títulos cariocas, 2014 e 2017.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget