Semifinais da Copa do Brasil reunem os melhores goleiros do país

CBF: A caminhada entre o meio-campo e a marca de pênalti é um dos caminhos mais difíceis de percorrer por um jogador de futebol. A decisão por pênaltis é sempre um momento de muita tensão, que cria cenas memoráveis e coroar ídolos. Na maior parte das vezes, os goleiros saem como heróis. As duas semifinais da Copa do Brasil podem ser definidas nas penalidades máximas, e Corinthians, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras têm bons motivos para acreditar em seus goleiros.

Fábio, o paredão mineiro

O gramado do Mineirão já deve estar acostumado a ver Fábio se consagrar. O goleiro foi o grande personagem da classificação celeste contra o Santos nas quartas de final. Dono de vantagem construída na Vila Belmiro, o time mineiro perdeu por 2 a 1 e viu a decisão se encaminhar para a marca da cal. Foi aí então que Fábio alterou as leis da física.

Arte: CBF
O gol, que tem 2,44 metros de altura e 7,32 de largura, se encolheu. E não foi pouco. Transformou-se naquelas balizas de futebol de mesa, que cabem na mão. Foram três defesas em três cobranças, e a classificação garantida graças a Fábio. Uma cena que se repetira na final do ano passado. Na decisão contra o Flamengo, foram dois empates, e o título foi definido nas penalidades máximas. Fábio novamente entrou em ação, interceptou a cobrança de Diego e deu ao Cruzeiro o seu quinto título da Copa do Brasil. Em todas as passagens pelo clube, já foram 25 pênaltis defendidos por Fábio. Só neste ano, foram quatro defesas em cinco penalidades.

Weverton e a defesa olímpica

Mas do outro lado do confronto, está um clube acostumado a levar a melhor na marca do pênalti. Um dos momentos mais marcantes da história do Palmeiras é a vitória sobre o Corinthians na Libertadores da América de 1999, com Marcos defendendo a cobrança de Marcelinho Carioca. Transferido ao clube no começo do ano, Weverton ainda não tem uma defesa de pênalti vestindo a camisa do Alviverde.

Com a camisa da Seleção Brasileira, porém, a história é outra. Com uma intervenção espetacular, foi ele quem garantiu o ouro olímpico nos Jogos do Rio 2016, no Maracanã. A expectativa de Weverton é reviver aquele momento, mas pelo clube paulista. Na Copa do Brasil, o goleiro participou de duas disputas. Derrotou o Remo em 2015 e caiu diante do Grêmio em 2016.

Cássio, o goleiro dos grandes jogos

A torcida do Corinthians sabe que pode confiar em Cássio. Se o jogo for decisivo, então, o goleiro se agiganta. É o que tem mostrado a passagem do goleiro pelo clube do Parque São Jorge até aqui. Em sua sétima temporada como titular do Corinthians, Cássio acumula partidas históricas com a camisa alvinegra, incluindo jogos-chave nas conquistas da Libertadores e do Mundial de 2012 e do Brasileirão de 2017.

Mais alto dos quatro goleiros da Copa do Brasil, Cássio impressiona pela envergadura e costuma aparecer nas disputas por pênaltis. No começo desta temporada, deu o título do Campeonato Paulista ao Corinthians com dois pênaltis defendidos na final contra o Palmeiras. É o segundo goleiro com mais defesas de pênalti na história do Corinthians, com 14, e ganhou as duas disputas das quais participou nesta temporada.

Diego Alves, líder e pegador de pênaltis

Diego Alves não tem medo de falar. Com um ano de Flamengo recém-completado, o goleiro já é um dos líderes do elenco e conversa com o time o tempo todo. De sua meta, tenta passar toda a experiência adquirida em quase uma década de futebol europeu. Foi lá, inclusive, que se tornou um dos melhores pegadores de pênalti do mundo. É até hoje o goleiro com mais defesas de pênalti na história do Campeonato Espanhol.

Nem mesmo craques como Cristiano Ronaldo e Lionel Messi conseguiram passar ilesos ao arqueiro, que também acumulou passagens pela Seleção Brasileira. Ao longo das passagens por Almería e Valencia, fez 25 defesas em 52 cobranças, um aproveitamento de quase 50%. Com a camisa do Flamengo, Diego Alves defendeu dois pênaltis no ano (foram três cobranças). É até hoje o goleiro com mais defesas de pênalti na história do Campeonato Espanhol. Nem mesmo craques como Cristiano Ronaldo e Lionel Messi conseguiram passar ilesos ao arqueiro, que também acumulou passagens pela Seleção Brasileira.


Corinthians, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras têm bons motivos para acreditar em seus goleiros.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget