Thiago Ennes retorna sonhando com oportunidades no Flamengo

GLOBO ESPORTE: Após três empréstimos seguidos, Thiago Ennes está de volta ao Rio de Janeiro. E com vontade de ficar. Após disputar a Série C com o Náutico, o lateral, que tem contrato com o Flamengo até fevereiro de 2019, não esconde o desejo de jogar pelo clube que o revelou.

A situação, no entanto, está indefinida. O prazo de inscrições no Brasileiro já se encerrou, e o vínculo com o Flamengo está próximo do fim. A questão entrará em pauta nos próximos dias, quando representantes da Pro Manager, empresa que gerencia a carreira do lateral, se reunião com o diretor Carlos Noval.

Thiago Ennes, lateral - Foto: Divulgação
Foi Noval, inclusive, que trouxe Ennes para o Flamengo quando ele tinha 17 anos e defendia o Fluminense. O convite - prontamente aceito - aconteceu após destaque em um Fla x Flu da categoria,

- Ainda não tem nada decidido, meus representantes vão sentar com o Flamengo. Meu contrato acaba em fevereiro, mas a ideia é ficar. Tenho o desejo jogar no Flamengo no ano que vem. Eles vão conversar e resolver da melhor maneira - disse Ennes.

Campeão da Copa São Paulo de Juniores em 2016, Thiago Ennes é da safra que revelou Lucas Paquetá, Felipe Vizeu, Léo Duarte, Ronaldo, entre outros. No profissional do Flamengo, no entanto, não teve oportunidades. Foi relacionado quatro vezes, mas nunca entrou em campo.

- É bom ver o sucesso deles, cada um buscando seu espaço, assim como eu. Quando subi fui relacionado para quatro jogos em 2016, mas não joguei. Tenho muita vontade de jogar no Flamengo. Sei que o elenco é grande, qualificado.

- Sou um garoto de 22 anos. Tudo tem sua hora, no momento certo vou entrar. Estou muito tranquilo, deixo nas mãos de Deus. Faz parte. Todo clube grande é assim. Tem dois ou três por posição. Venho trabalhando no dia a dia, espero ter essa chance e entrego nas mãos de Deus.

Outros trechos

Passagens por União da Madeira, Caiabá e Náutico

- A experiência em Portugal foi a primeira fora do Brasil, mas o futebol lá é bem diferente. É bem mais rápido e pegado. Aqui temos mais técnica. Joguei poucos jogos. No Cuiabá chegamos à final da Série C.

No Náutico foi a melhor experiência. Tive uma sequência grande, fomos campeões pernambucanos e fui eleito o melhor lateral do estadual. Fui bem na Série C, mas infelizmente não conseguimos o acesso. Amadureci muito. Foi importante ter sequência.

Carinho dos rubro-negros nas redes sociais

- Queria agradecer o carinho dos torcedores comigo nas redes sociais. Teve essa mobilização. Muitos pediram para eu voltar. Eu estava focado em subir para Série B com o Náutico. Meu foco era todo lá. Não poderia pensar numa situação aqui e deixar a outra de lado. Recebi muitas mensagens de torcedores do Flamengo. Muito carinho mesmo. Desde a base foi assim. Fico feliz.

No profissional do Flamengo, no entanto, não teve oportunidades. Foi relacionado quatro vezes, mas nunca entrou em campo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget