Todo empate contra o Vasco é derrota para o Flamengo

ESPN FC: Por João Luis Jr.

Flamengo e Vasco fizeram um jogo horrível. Seja qual for seu referencial, seja qual sua posição política, social, religiosa, sua operadora de celular, é preciso admitir, enquanto fato objetivo, que o Flamengo e Vasco deste domingo foi, senão um dos piores jogos da história do clássico ou mesmo do esporte chamado futebol, ao menos uma das piores partidas realizadas durante o atual Campeonato Brasileiro.

Primeiro no campo estritamente objetivo. Para o Vasco, que atualmente luta para escapar do risco de rebaixamento, a partida representou mais uma rodada no Z4, perdendo a oportunidade de empurrar o Botafogo para a zona de descenso e vendo até mesmo equipes como o Ceará começando a abrir distância. Já para o Flamengo, que no começo da competição parecia ter alguma intenção de brigar pelo título, o empate parece ter sido mais uma indicação clara de que, assim como em 2017, a equipe rubro-negra tende a precisar se contentar com algum troféu mais simbólico, como a Taça 6º lugar, o Troféu Fair Play ou mesmo o prêmio de clube citado mais vezes no Ttwitter.

Jogadores de Vasco e Flamengo empurrando ambulância - Foto: Pedro Martins
Já no campo técnico, o cenário não foi melhor. Com um Vasco limitado e um Flamengo que parecia incapaz até mesmo de rodar a bola inconclusivamente como fez nas partidas anteriores, o que tivemos foi um verdadeiro show de horrores, com passes errados, cruzamentos aleatórios, jogadas individuais sem sentido e até mesmo a equipe cruzmaltina tendo um jogador gravemente lesionado por outro jogador de seu próprio time, tornando esse um clássico com todos os elementos ruins de uma pelada - gols bizarros, atuações terríveis, violência se sentido - mas sem nenhum dos elementos positivos - muita cerveja, carne na grelha, presença de amigos e familiares.

Por fim, no aspecto simbólico, Flamengo e Vasco pareceram realizar um esforço consciente para representar tudo de ruim que existe hoje no futebol brasileiro. Afinal, não basta ser uma partida de péssimo nível técnico com gols contra, lesões, atletas que pareciam ter aprendido a jogar bola através de um tutorial do Youtube. Você precisa também realizar esse clássico em outro estado por motivos meramente financeiros, ter uma arbitragem totalmente confusa e uma estrutura de jogo tão precária que num dado momento os jogadores tiveram que empurrar a ambulância, uma dessas cenas que representam tão bem a tristeza que é o futebol no nosso país que só faltou começar a tocar baixinho um “isso aqui ôô é um pouquinho de brasil iáiá” ao fundo.

Para o Flamengo o saldo final é de tristeza, é claro. Com quatro pontos a menos e um jogo de frente, a equipe rubro-negra se coloca cada vez mais distante da briga pelo título, transformando a Copa do Brasil, onde ela já fez questão de arrumar um empate constrangedor em casa, em sua única rota viável rumo a algum título esse ano. É impossível se recuperar no Brasileirão? É impossível vencer do Corinthians fora de casa? Pela lógica e pelas leis da probabilidade, a resposta dessas duas perguntas com certeza é não. Mas baseado no que vimos do Flamengo recentemente e principalmente nas cenas trágicas que presenciamos hoje, a resposta, também com certeza, é bem mais triste e complicada.

Flamengo e Vasco pareceram realizar um esforço consciente para representar tudo de ruim que existe hoje no futebol brasileiro.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget